CHANGES IN QUALITY OF LIFE AFTER SHORT AND LONG TERM FOLLOW-UP OF ROUX-EN-Y GASTRIC BYPASS FOR MORBID OBESITY

CHANGES IN QUALITY OF LIFE AFTER SHORT AND LONG TERM FOLLOW-UP OF ROUX-EN-Y GASTRIC BYPASS FOR MORBID OBESITY

Título alternativo Alteracoes da qualidade de vida no seguimento a curto e longo prazos de individuos obesos morbidos submetidos a derivacao gastrica com Y de Roux
Autor Laurino Neto, Rafael Melillo Autor UNIFESP Google Scholar
Herbella, Fernando A. M. Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital do Mandaqui Departamento de Cirurgia
Resumo Context It is unclear whether health-related quality of life (HRQL) is sustained in a long-term follow-up of morbidly obese patients who underwent Roux-en-Y gastric bypass (RYGB). Objective This study aims to analyze the HRQL changes following RYGB in short and long-term follow-up. Methods We compared the health-related quality of life among three separate patient groups, using the Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36). Group A - 50 preoperative morbidly obese patients; Group B - 50 RYGB patients 1-2 years post-surgery; Group C - 50 RYGB patients more than 7 years post-surgery. Results The groups were similar for gender, age and body mass index before surgery. We observed that physical functioning, social function, emotional role functioning and mental health scales did not vary between the three groups. The physical role functioning scale was unchanged in the short-term and decreased compared to the preoperative scale in the long-term follow-up. Bodily pain improved after the operation but returned to the initial level after 7 years. The vitality and general health perceptions improved after the operation and maintained these results after 7 years compared with the preoperative perceptions. Conclusions RYGB improved health-related quality of life in three SF-36 domains (bodily pain, general health perceptions and vitality) in the short-term and two SF-36 domains (general health perceptions and vitality) in the long-term.

Contexto Ainda não está claro se as melhorias na qualidade de vida relacionada a saúde se sustentam no acompanhamento a longo prazo de pacientes obesos mórbidos que se submetem a derivação gástrica com Y de Roux (RYGB). Objetivo Este estudo tem como objetivo analisar as alterações na qualidade de vida relacionada a saúde no acompanhamento a curto e longo prazos de obesos mórbidos submetidos a RYGB. Métodos Foram comparados aspectos da qualidade de vida relacionada a saúde entre os três grupos distintos de pacientes, usando o questionário 36-Item Health Survey Short-Form (SF-36). Grupo A - 50 pacientes obesos mórbidos no pré-operatório, Grupo B - 50 pacientes submetidos à RYGB 1-2 anos pós-cirurgia e, Grupo C - 50 pacientes submetidos à RYGB há mais de 7 anos. Resultados Os grupos comparados eram semelhantes quanto ao sexo, idade e índice de massa corporal antes da cirurgia. Quanto aos aspectos componentes do questionário SF-36, observou-se que capacidade funcional, aspectos social e emocional e saúde mental não variaram quando se comparou os resultados dos três grupos. Quanto ao componente aspectos físicos, observou-se que permaneceu inalterado na avaliação de curto prazo e piorou em comparação aos valores obtidos no pré-operatório no seguimento a longo prazo. O componente dor corporal melhorou após a operação, mas voltou para nível semelhante ao pré-operatório após 7 anos. Vitalidade e estado geral de saúde melhoraram após a operação e apresentaram manutenção destes resultados após 7 anos, em comparação com as percepções pré-operatórias. Conclusões RYGB melhorou a qualidade de vida relacionada a saúde em três domínios do SF-36 (dor, estado geral de saúde e vitalidade) no seguimento a curto prazo e dois domínios SF-36 (estado geral de saúde e vitalidade) a longo prazo.
Palavra-chave Morbid obesity
Gastric bypass
Weight loss
Quality of life
Obesidade morbida
Derivacao gastrica
Perda de peso
Qualidade de vida
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-09-01
Publicado em Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 50, n. 3, p. 186-190, 2013.
ISSN 0004-2803 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Extensão 186-190
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032013000200033
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-28032013000300186 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7934

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-28032013000300186.pdf
Tamanho: 245.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta