Effects of a physical therapy program on quality of life among community-dwelling elderly women: randomized-controlled trial

Effects of a physical therapy program on quality of life among community-dwelling elderly women: randomized-controlled trial

Título alternativo Efeitos de um programa de fisioterapia sobre a qualidade de vida de mulheres idosas da comunidade: estudo randomizado controlado
Autor Aveiro, Mariana Chaves Autor UNIFESP Google Scholar
Driusso, Patricia Google Scholar
Santos, Julia Gianjoppe Dos Google Scholar
Kiyoto, Viviane Dassi Google Scholar
Oishi, Jorge Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Federal University of São Carlos Physical Therapy Department
Federal University of São Carlos Statistics Department
Resumo INTRODUCTION: Health promotion policies for encouraging elderly to remain active, independent and, effectively have a positive effect on their quality of life. OBJECTIVE: To verify the effects of a low-intensity group-based physical therapy program on quality of life among community-dwelling elderly women. MATERIALS AND METHODS: It was carried out a randomized controlled trial. Seventeen women (67.8 ± 4.9 years old) that completed 12-week training program and 10 women (68.9 ± 5.7 years old) that were included in control group answered the abbreviated version for World Health Organization Quality of life Questionnaire - WHOQOL-bref at baseline and after 12 weeks. Exercise group performed stretching, resistance and balance training. Intragroup and intergroup analysis was made using Wilcoxon and Mann-Whitney U tests, respectively. The level of significance used for all comparisons was 5%. Furthermore, it was determined the Reliable Change Index (RCI) as part of JT Method. RESULTS: Exercise group presented a significant improvement for Psychological domain (p = 0.047) after 12-week physical therapy program. Otherwise, control group presented a significant worsening for overall (p = 0.01), physical (p = 0.01) and psychological (p = 0.008) domains. Exercise group presented two participants with positive reliable change (PRC) for social domain, two participants with PRC for Environment domain. Overall and Physical domain presented three participants with PRC. Psychological domain presented four participants with PRC and one with negative reliable change. CONCLUSION: A low-intensity group-based physical therapy program may contribute in order to maintain quality of life and improve some psychological aspects among community-dwelling elderly women.

INTRODUÇÃO: Políticas públicas de promoção de saúde contribuem para encorajar o envelhecimento ativo, com independência, e tem efeitos positivos na qualidade de vida da população idosa. OBJETIVO: Avaliar os efeitos de um programa de treinamento fisioterapia de baixa intensidade, realizado em grupo, sobre a qualidade de vida de mulheres da comunidade. MATERIAIS E MÉTODOS: Realizou-se estudo clinico randomi­zado. Dezessete mulheres (67,8 ± 4,9 anos de idade) que completaram 12 semanas de treinamento, a dez mulheres (68,9 ± 5,7 anos de idade) que foram incluídas no grupo controle, responderam a versão abreviada do Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde - WHOQOL-bref. O Grupo Exercício realizou treinamento de flexibilidade, resistência e equilíbrio. Análises intragrupo e intergrupo foram feitas por meio dos testes não paramétricos Wilcoxon e Mann-Whitney U, respectivamente. Foi utilizado um nível de significância de 5%. Ainda, foi determinado o Índice de Mudança Confiável segundo o Método JT. RESULTADOS: O grupo treinamento apresentou uma melhora significativa para o domínio psicológico (p = 0,047) e o grupo controle apresentou uma piora significativa para o escore geral (p = 0,01) e os domínios físico (p = 0,01) e psicológico (p = 0,008). Para o grupo de exercícios, no domínio social, duas participantes apresentaram mudança positiva confiável (MPC) e no domínio ambiente, duas participantes. Para o escore geral e domínio físico, três participantes apresentaram MPC. Para o domínio psicológico quatro participantes apresentaram MPC e uma mudança negativa confiável. CONCLUSÃO: Um programa de fisioterapia em grupo pode contribuir para manter a qualidade de vida e melhorar especialmente aspectos psicológicos de mulheres idosas da comunidade.
Palavra-chave Elderly
Physical therapy
Quality of life
Idoso
Fisioterapia
Qualidade de vida
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-09-01
Publicado em Fisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 26, n. 3, p. 503-513, 2013.
ISSN 0103-5150 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Extensão 503-513
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502013000300004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-51502013000300004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7915

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-51502013000300004.pdf
Tamanho: 775.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta