Valores de referência para espirometria em crianças pré-escolares

Valores de referência para espirometria em crianças pré-escolares

Título alternativo Reference values for spirometry in preschool children
Autor Burity, Edjane Figueiredo Google Scholar
Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Rizzo, José Ângelo Google Scholar
Brito, Murilo C. A. Google Scholar
Sarinho, Emanuel Sávio Cavalcanti Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Pernambuco
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFPE Departamento de Medicina Clínica
Fundação Oswaldo Cruz Centro de Pesquisas Ageu Magalhães
Resumo OBJECTIVES: Reference values for lung function tests differ in samples from different countries, including values for preschoolers. The main objective of this study was to derive reference values in this population. METHODS: A prospective study was conducted through a questionnaire applied to 425 preschool children aged 3 to 6 years, from schools and day-care centers in a metropolitan city in Brazil. Children were selected by simple random sampling from the aforementioned schools. Peak expiratory flow (PEF), forced vital capacity (FVC), forced expiratory volumes (FEV1, FEV0.50), forced expiratory flow (FEF25-75) and FEV1/FVC, FEV0.5/FVC and FEF25-75/FVC ratios were evaluated. RESULTS: Of the 425 children enrolled, 321 (75.6%) underwent the tests. Of these, 135 (42.0%) showed acceptable results with full expiratory curves and thus were included in the regression analysis to define the reference values. Height and gender significantly influenced FVC values through linear and logarithmic regression analysis. In males, R2 increased with the logarithmic model for FVC and FEV1, but the linear model was retained for its simplicity. The lower limits were calculated by measuring the fifth percentile residues. CONCLUSION: Full expiratory curves are more difficult to obtain in preschoolers. In addition to height, gender also influences the measures of FVC and FEV1. Reference values were defined for spirometry in preschool children in this population, which are applicable to similar populations.

OBJETIVOS: Valores de referência para testes de função pulmonar diferem em amostras de diferentes países, incluindo valores para pré-escolares. O objetivo principal do presente estudo foi derivar valores de referência em nossa população. MÉTODOS: Foi realizado estudo prospectivo, com aplicação de questionário a 425 crianças pré-escolares com idade variando entre três e seis anos, provenientes de escolas e creches públicas e privadas de uma cidade metropolitana do Brasil. As crianças foram selecionadas por amostragem aleatória simples dos referidos educandários. Foram avaliados: PFE, CVF, VEF1 VEF0,50, FEF25-75 e as relações: VEF1/CVF, VEF0,5/CVF e FEF25-75/CVF. RESULTADOS: Das 425 crianças recrutadas, 321 (75,6%) realizaram os testes. Destas, 135 (42,0%) apresentaram manobras aceitáveis, com curvas expiratórias completas e fizeram parte da análise de regressão para definir os valores de referência. Por análise de regressão linear e logarítmica, a estatura e o sexo influenciaram significativamente nas medidas de CVF. No sexo masculino, o r² se elevou com o modelo logarítmico, para a CVF e VEF1, porém o modelo linear foi mantido, por sua simplicidade. Os limites inferiores foram calculados através das medidas do 5º percentil dos resíduos. CONCLUSÃO: Curvas expiratórias completas são de mais difícil obtenção em pré-escolares. Além da estatura, o sexo também influencia nas medidas de CVF e VEF1. Foram definidos valores de referência para espirometria em crianças pré-escolares, nessa população, aplicáveis a populações semelhantes.
Palavra-chave Child
Preschool
Spirometry
Reference values
Lung function tests
Criança
Pré-escolar
Espirometria
Valores de referência
Testes de função pulmonar
Idioma Português
Data de publicação 2013-08-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 89, n. 4, p. 374-380, 2013.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 374-380
Fonte http://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2013.01.002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0021-75572013000400009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7871

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572013000400009.pdf
Tamanho: 926.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta