Exclusive breastfeeding duration and determinants among Brazilian children under two years of age

Exclusive breastfeeding duration and determinants among Brazilian children under two years of age

Título alternativo Duração e determinantes do aleitamento materno exclusivo entre crianças brasileiras menores de dois anos
Autor Warkentin, Sarah Autor UNIFESP Google Scholar
Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Autor UNIFESP Google Scholar
Viana, Kelly de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Colugnati, Fernando Antonio Basile Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Medicina
Resumo OBJECTIVE: The present study described the duration and identified the determinants of exclusive breastfeeding. METHODS: The study used data from the Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher 2006 (National Demographic and Health Survey on Women and Children 2006). Data were collected using questionnaires administered by trained professionals and refer to a subsample of 1,704 children aged less than 24 months. The estimated durations of exclusive breastfeeding are presented according to socioeconomic, demographic and epidemiological variables. Kaplan Meier estimator curves were used to produce valid estimates of breastfeeding duration and the Cox's proportional hazards model was fitted to identify risks. RESULTS: The median estimated duration of exclusive breastfeeding was 60 days. The final Cox model consisted of mother's age <20 years (hazard ratio=1.53, 95% confidence interval=1.11-1.48), use of pacifier (hazard ratio=1.53, 95% confidence interval=1.37-1.71), not residing in the country's southeast region (hazard ratio=1.22, 95% confidence interval=1.07-1.40) and socioeconomic status (hazard ratio=1.28, 95% confidence interval=1.06-1.55). CONCLUSION: The Kaplan Meier estimator corrected the underestimated duration of breastfeeding in the country when calculated by the current status methodology. Despite the national efforts done in the last decades to promote breastfeeding, the results indicate that the duration of exclusive breastfeeding is still half of that recommended for this dietary practice to promote health. Ways to revert this situation would be ongoing educational activities involving the educational and health systems, associated with advertising campaigns on television and radio mainly targeting young mothers with low education level and low income, identified as those at high risk of weaning their children early.

OBJETIVO: Descrever a duração e identificar determinantes do aleitamento materno exclusivo. MÉTODOS: Foram utilizados dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher 2006. As informações foram obtidas por meio de questionários aplicados por pesquisadores treinados e referem-se à sub-amostra de 1.704 crianças com idade inferior a 24 meses. As estimativas do tempo de aleitamento materno exclusivo são apresentadas segundo variáveis socioeconômicas, demográficas e epidemiológicas. Visando produzir estimativas válidas do tempo de aleitamento materno, foram aplicadas curvas do estimador de Kaplan Meier; para identificação dos riscos, foi ajustado um modelo de razão de riscos de Cox. RESULTADOS: A mediana do tempo de aleitamento materno exclusivo foi estimada em 60 dias. Compuseram o modelo final de Cox: idade da mãe <20 anos (razão de riscos=1,53, intervalo de confiança 95%=1,11-1,48), uso de chupeta (razão de riscos=1,53, intervalo de confiança 95%=1,37-1,71), não residir na Região Sudeste (razão de riscos=1,22, intervalo de confiança 95%=1,07-1,40) e situação socioeconômica (razão de riscos=1,28, intervalo de confiança 95%=1,06-1,55). CONCLUSÃO: A utilização do estimador de Kaplan Meier resultou na correção da subestimativa do tempo de aleitamento materno no País quando calculado a partir da metodologia do current status. Os resultados indicam que, apesar dos esforços empreendidos nas últimas décadas para promover o aleitamento no País, o tempo de aleitamento materno exclusivo é ainda metade do recomendado para realização do potencial dessa prática alimentar na promoção da saúde. Um modo de reverter tal situação seria a utilização de atividades continuadas de educação que envolvessem os sistemas de ensino e de saúde e que estivessem associadas à campanhas publicitárias veiculadas na rede de televisão e rádio, dirigidas prioritariamente a mães jovens, com pouca escolaridade, e de baixa renda, identificadas como as de risco aumentado para o desmame precoce.
Palavra-chave Breast feeding
Health surveys
Infant
Risk factors
Survival analysis
Aleitamento materno
Inquéritos epidemiológicos
Lactente
Fatores de risco
Análise de sobrevida
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-06-01
Publicado em WARKENTIN, Sarah; TADDEI, José Augusto de Aguiar Carrazedo; VIANA, Kelly de Jesus e COLUGNATI, Fernando Antonio Basile. Exclusive breastfeeding duration and determinants among Brazilian children under two years of age. Rev. Nutr. [online]. 2013, vol.26, n.3, pp.259-269
ISSN 1415-5273 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Extensão 259-269
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732013000300001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000322253900001
SciELO S1415-52732013000300001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7841

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1415-52732013000300001.pdf
Tamanho: 454.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta