Motilidade esofágica, sintomas, resultado alimentar e perda de peso após derivação gástrica em Y-de-Roux

Motilidade esofágica, sintomas, resultado alimentar e perda de peso após derivação gástrica em Y-de-Roux

Título alternativo Esophageal motility, symptoms, food intake and weight loss after Roux-en-Y gastric bypass
Autor Valezi, Antonio Carlos Google Scholar
Herbella, Fernando Autor UNIFESP Google Scholar
Mali-junior, Jorge Google Scholar
Marson, Antonio Cesar Google Scholar
Biazin, Claudio Clementino Camacho Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Londrina Departamento de Cirurgia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Londrina Hospital Universitário
Resumo BACKGROUND: Abnormal manometry findings can be found in the obese population. It is controversial if the manometry should be used to choose the adequate operation or if the motility status could predict symptomatic outcomes. AIM: To correlate the esophageal motility with postoperative symptoms, alimentary outcome and weight loss after Roux-en-Y gastric bypass. METHODS: One hundred and fourteen patients were submitted to the operation and were prospectively studied. They had no GERD symptoms or diseases that might interfere with esophageal motor function. One year after surgery patients were interviewed regarding current symptoms and eating habits. RESULTS: Excess weight loss was 66.2 %. Sixty (52.6%) patients had an abnormal manometry. Hypertensive lower esophageal sphincter was found in 18 (16%) patients and hypotonic sphincter in 31 (27%). Dumping syndrome was mentioned by 27 (23.6%) patients and 21 (18.4%) complained of regurgitation. Excellent, good, moderate and poor alimentary outcome was present in 32 (28%), 31 (27.2%), 39 (34.2%), 12 (11.6%) patients, respectively. Sphincter pressure and esophageal amplitude did not correlate with excess weight loss. Its average was significantly higher for patients with hypertensive esophageal amplitude. Regurgitation was more frequent in patients with a hypotensive sphincter. There is no correlation between dumping and sphincter pressure status; between dumping or regurgitation and esophageal amplitude; between alimentary outcomes and sphincter pressure status or esophageal amplitude. CONCLUSION: Esophageal manometry before Roux-en-Y gastric bypass is of limited clinical significance.

RACIONAL: Achados anormais de manometria podem ser encontrados na população obesa. É controverso se a manometria deveria ser usada para escolher a técnica cirúrgica e se a função esofágica poderia prever os sintomas pós-operatórios. OBJETIVO: Correlacionar a motilidade do esôfago com sintomas pós-operatórios, resultado alimentar e perda de peso após a derivação gástrica em Y de Roux. MÉTODO: Cento e catorze pacientes submetidos à derivação foram estudados prospectivamente. Eles não apresentavam sintomas de refluxo gastroesofágico ou doenças que pudessem interferir com a função motora do esôfago. Um ano após a operação foram entrevistados sobre os sintomas e hábitos alimentares. RESULTADOS: A perda do excesso de peso foi de 66,2%. Sessenta pacientes (52,6%) tiveram manometria anormal; quarenta e nove (43%) alterações manométricas no esfíncter inferior do esôfago no pré-operatório; pressão elevada em 18 pacientes (16%) e baixa em 31 (27%). A síndrome de dumping foi encontrada em 27 (23,6%) pacientes e 21 (18,4%) queixaram-se de regurgitação. Resultado alimentar excelente, bom, moderado e pobre esteve presente em 32 (28%), 31 (27,2%), 39 (34,2%), 12 (11,6%) pacientes, respectivamente. A pressão do esfíncter inferior e amplitude de contração do esôfago não se correlacionam com perda do excesso de peso, cuja média foi significativamente maior para os pacientes com hipertensão na amplitude de contração. Regurgitação foi mais frequente em pacientes com hipotonia do esfíncter. Não houve correlação entre dumping e pressão do esfíncter inferior; entre amplitude de contração e dumping ou regurgitação; entre os resultados alimentares e pressão do esfíncter ou amplitude de contração do esôfago. CONCLUSÃO: A manometria esofágica antes da derivação é de importância clínica limitada.
Palavra-chave Roux-en-Y gastric bypass
Manometry
Weight loss
Obesidade
Derivação gástrica
Manometria
Perda de peso
Idioma Português
Data de publicação 2013-06-01
Publicado em ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo). Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, v. 26, n. 2, p. 120-123, 2013.
ISSN 0102-6720 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Extensão 120-123
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202013000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-67202013000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7837

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-67202013000200010.pdf
Tamanho: 359.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta