Lung function in post-poliomyelitis syndrome: a cross-sectional study

Lung function in post-poliomyelitis syndrome: a cross-sectional study

Título alternativo Funcao pulmonar em pessoas com sindrome pos-poliomielite: um estudo transversal
Autor Lira, Claudio Andre Barbosa de Google Scholar
Minozzo, Fabio Carderelli Google Scholar
Sousa, Bolivar Saldanha Google Scholar
Vancini, Rodrigo Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Andrade, Marilia dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Quadros, Abrahão Augusto Juviniano Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Acary Souza Bulle Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Antonio Carlos da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Federal University of Goias at Jatai
McGill University
Santa Casa de São Paulo Faculdade de Ciencias Medicas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE:To compare lung function between patients with post-poliomyelitis syndrome and those with sequelae of paralytic poliomyelitis (without any signs or symptoms of post-poliomyelitis syndrome), as well as between patients with post-poliomyelitis syndrome and healthy controls.METHODS:Twenty-nine male participants were assigned to one of three groups: control; poliomyelitis (comprising patients who had had paralytic poliomyelitis but had not developed post-poliomyelitis syndrome); and post-poliomyelitis syndrome. Volunteers underwent lung function measurements (spirometry and respiratory muscle strength assessment). RESULTS:The results of the spirometric assessment revealed no significant differences among the groups except for an approximately 27% lower mean maximal voluntary ventilation in the post-poliomyelitis syndrome group when compared with the control group (p = 0.0127). Nevertheless, the maximal voluntary ventilation values for the post-poliomyelitis group were compared with those for the Brazilian population and were found to be normal. No significant differences were observed in respiratory muscle strength among the groups.CONCLUSIONS:With the exception of lower maximal voluntary ventilation, there was no significant lung function impairment in outpatients diagnosed with post-poliomyelitis syndrome when compared with healthy subjects and with patients with sequelae of poliomyelitis without post-poliomyelitis syndrome. This is an important clinical finding because it shows that patients with post-poliomyelitis syndrome can have preserved lung function.

OBJETIVO:Comparar a função pulmonar de pacientes com síndrome pós-poliomielite à de pacientes com sequelas de poliomielite paralítica (sem quaisquer sinais ou sintomas de síndrome pós-poliomielite) e à de sujeitos saudáveis. MÉTODOS:Vinte e nove sujeitos do sexo masculino foram divididos em três grupos: controle, poliomielite (pacientes que sofreram de poliomielite paralítica, mas que não apresentaram síndrome pós-poliomielite) e síndrome pós-poliomielite. Os voluntários foram submetidos a avaliações da função pulmonar (espirometria e avaliação da força muscular respiratória).RESULTADOS:Os resultados da espirometria não revelaram diferenças significantes entre os grupos, à exceção da ventilação voluntária máxima, cuja média no grupo síndrome pós-poliomielite foi aproximadamente 27% mais baixa que no grupo controle (p = 0,0127). No entanto, os valores de ventilação voluntária máxima observados no grupo pós-poliomielite foram comparados aos da população brasileira e se apresentaram dentro da faixa normal. Não foram observadas diferenças significantes entre os grupos no tocante à força muscular respiratória. CONCLUSÕES:À exceção da ventilação voluntária máxima mais baixa, não houve comprometimento significante da função pulmonar em pacientes ambulatoriais com diagnóstico de síndrome pós-poliomielite quando comparados a pacientes com sequelas de poliomielite, mas sem a síndrome pós-poliomielite e a sujeitos saudáveis. Trata-se de um importante achado clínico, pois mostra que pacientes com síndrome pós-poliomielite podem apresentar função pulmonar preservada.
Palavra-chave Respiratory function tests
Postpoliomyelitis syndrome
Muscle strength
Testes de Funcao Respiratoria
Sindrome pos-poliomielite
Forca muscular
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-06-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 39, n. 4, p. 455-460, 2013.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 455-460
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132013000400009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132013000400455 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7792

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132013000400455.pdf
Tamanho: 154.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta