Perfil dos atendimentos em pronto-socorro de Otorrinolaringologia em um hospital público de alta complexidade

Perfil dos atendimentos em pronto-socorro de Otorrinolaringologia em um hospital público de alta complexidade

Título alternativo Profile of Otorhinolaryngology emergency unit care in a high complexity public hospital
Autor Andrade, José Santos Cruz de Autor UNIFESP Google Scholar
Albuquerque, André Maranhão Souza de Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Rafaella Caruso Autor UNIFESP Google Scholar
Godofredo, Valéria Romero Autor UNIFESP Google Scholar
Penido, Norma de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Urgent and emergency care are common happenings in ENT practice and most carry low morbidity and mortality. There are but few studies that address the epidemiology of these situations. OBJECTIVE: To evaluate the epidemiological characteristics of care in the emergency department of otorhinolaryngology at a high complexity hospital. METHOD: Epidemiological, cross-sectional study, retrospective with data collection carried out from medical records from the emergency department of otorhinolaryngology of a high complexity hospital in São Paulo, for a period of 12 months. Data collected: age, gender, clinical diagnosis and management. The cases were divided by subspecialty: otology, rhinology, pharyngolaryngeal-stomatology and head and neck surgery. We evaluated the level of urgency/emergency, etiology and monthly distribution of visits. RESULTS: 17,503 medical records were obtained; 1,863 were excluded. Of the 15,640 cases included, the average age was 36.3 years. 9,818 (62.77%) corresponded to cases considered as emergency/urgency. Among the urgency/emergency cases, 6,422 (65.41%) were diagnosed in the ear and among the 10 most prevalent diagnostics, 7 were in the subspecialty of otology. CONCLUSION: Among the patients seen in the emergency department of otolaryngology evaluated in this study, 62.77% corresponded to cases of urgency/emergency, predominantly in the otology subspecialty.

As urgências/emergências em Otorrinolaringologia são desordens comuns e de baixa morbimortalidade, em sua maioria. Existem poucos estudos que abordam a epidemiologia desses atendimentos. OBJETIVO: Avaliar as características epidemiológicas dos atendimentos em pronto-socorro de Otorrinolaringologia em um hospital de alta complexidade no período de 12 meses. MÉTODO: Estudo epidemiológico, tipo corte transversal, retrospectivo com coleta de dados realizada a partir das fichas de atendimento do pronto-socorro de Otorrinolaringologia de um hospital de alta complexidade do estado de São Paulo, pelo período de 12 meses. Foram levantados os dados: idade, sexo, diagnóstico clínico e conduta. Os atendimentos foram divididos em subespecialidades: otologia, rinologia, faringolaringoestomatologia e cirurgia de cabeça e pescoço. Nível de urgência/emergência, etiologia e distribuição mensal dos atendimentos foram avaliados. RESULTADOS: Obtidas 17.503 fichas de atendimento, foram excluídas 1.863. Das 15.640 fichas incluídas, a média de idade foi 36,3 anos. 9.818 (62,77%) corresponderam a atendimentos considerados como urgência/emergência. Entre os atendimentos urgência/emergência, 6.422 (65,41%) foram por diagnósticos em otologia e entre os 10 diagnósticos mais prevalentes, sete foram da subespecialidade de otologia. CONCLUSÃO: Dentre os atendimentos em pronto-socorro de Otorrinolaringologia avaliados, 62,77% correspondem a casos de urgência/emergência, com predomínio na subespecialidade de otologia.
Palavra-chave emergencies
epidemiology
otolaryngology
emergências
epidemiologia
otolaringologia
Idioma Português
Data de publicação 2013-06-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 79, n. 3, p. 312-316, 2013.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 312-316
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.20130056
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000321030800009
SciELO S1808-86942013000300009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7746

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1808-86942013000300009.pdf
Tamanho: 345.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta