Condrólise de quadril em uma adolescente: evolução clínica e radiológica

Condrólise de quadril em uma adolescente: evolução clínica e radiológica

Título alternativo Chondrolysis of the hip in an adolescent: clinical and radiological outcomes
Autor Sakamoto, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Ramos, Larissa Lucati Google Scholar
Fernandes, Artur da Rocha Correa Autor UNIFESP Google Scholar
Terreri, Maria Teresa Ramos Ascensão Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de Misericórdia de São Paulo Departamento de Pediatria
Resumo Idiopathic chondrolysis of the hip is a rare condition of unknown etiology characterized by progressive destruction of the hyaline cartilage that covers the femoral head and acetabulum. Idiopathic chondrolysis of the hip has an insidious beginning and affects more often female adolescents. Patients report severe hip pain, mobility limitation, and even claudication. This study aimed at reporting one case of that rare disease: an 11-year-old female adolescent with chondrolysis, followed up for three years. Inflammatory activity tests were normal. Imaging tests (radiography, ultrasonography and magnetic resonance) were essential for the diagnosis. The treatment was based on pain control and preservation of the joint mobility, and included low-impact physical activity, non-steroidal anti-inflammatory drugs, and disease-modifying antirheumatic drugs, with good response after 12 months of treatment. Surgery was not necessary.

A condrólise idiopática de quadril é uma condição rara, caracterizada por destruição progressiva da cartilagem articular da cabeça do fêmur e do acetábulo, sem etiologia conhecida. A CIQ tem início insidioso e acomete com maior frequência meninas na adolescência. Os pacientes apresentam dor intensa em quadril, restrição de movimentação e até claudicação. O objetivo do trabalho foi demonstrar um caso dessa doença rara: uma adolescente de 11 anos de idade, com condrólise, em acompanhamento por três anos. As provas de atividade inflamatória eram normais. Os exames de imagem (radiografia, ultrassonografia e ressonância magnética) foram essenciais para o diagnóstico. O tratamento baseou-se no controle da dor e preservação da mobilidade articular, incluindo atividades físicas de baixo impacto, anti-inflamatórios não hormonais e droga modificadora de doença, com boa resposta após um ano de tratamento. Intervenção cirúrgica não foi necessária.
Palavra-chave Hip
Adolescent
Child
Idiopathic chondrolysis of the hip
Quadril
Adolescente
Criança
Condrólise idiopática de quadril
Idioma Português
Data de publicação 2013-04-01
Publicado em SAKAMOTO, Ana Paula et al . Condrólise de quadril em uma adolescente: evolução clínica e radiológica. Rev. Bras. Reumatol., São Paulo , v. 53, n. 2, p. 215-218, abr. 2013
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 215-218
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042013000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000322292500010
SciELO S0482-50042013000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7718

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0482-50042013000200010.pdf
Tamanho: 1.349MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0482-50042013000200010-pt.pdf
Tamanho: 1.363MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta