Study of blood count in the validity experimental appendicitis in rabbits

Study of blood count in the validity experimental appendicitis in rabbits

Título alternativo ESTUDO DO HEMOGRAMA NA VIGÊNCIA DE APENDICITE EXPERIMENTAL EM COELHOS
Autor Ramos, Eduardo Chibeni Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Vieira, Antonio Mauro Autor UNIFESP Google Scholar
Bazzano, Félix Carlos Ocariz Autor UNIFESP Google Scholar
Nascimento, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Novo, Neil Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Souza, Virginio Cândido Tosta De Autor UNIFESP Google Scholar
Juliano, Yara Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Faculty of Medicine of Pouso Alegre
Resumo A group of thirty six rabbits was studied, with weight ranging from 2400 to 3100 grams, in order to evaluate the blood test on the validity of experimental acute appendicitis. In order to do that, the animals were distributed amony three groups of 12 rabbits each, that corresponded to observation periods of 24 hours(Group A), 48 hours(Group B) and 72 hours(Group C). The presence of macroscopic appendicitis was verified in all the rabbits of the experiment on the three studied periods. The blood test study showed statistic significance when reading the values of haemoglobin, haematocrit and monocytes in Group C; of total and segmented leucocytes, eosinophiles, limphocytes and monocytes in Group B; when the groups faced each other, however, there was no estatistic significance. So, it was concluded that the values of haemoglobin, red blood, white cells and haematocrit are not suitable markers for experimental appendicitis in rabbits.

A comparação de resultados de exames laboratoriais de coelhos hígidos e coelhos com apendicite provocada, tem como objetivo procurar um marcador para o diagnóstico desta patologia. Foram estudados 36 coelhos com peso corporal variando de 2400 a 3100 gramas, distribuído em três grupos de 12 coelhos, que correspondem aos períodos de observação de 24 horas(Grupo A), 48 horas(Grupo B) e 72 horas(Grupo C). Verificou-se a presença de apendicite macroscópica em todos os coelhos do experimento, nos três grupos estudados. O estudo dos hemogramas mostrou alterações nas leituras dos valores de leucócitos totais, segmentados, eosinófilos, linfócitos e monócitos no Grupo B; da hemoglobina, hematócrito e monócitos no Grupo C; no entanto, quando se confrontam os resultados entre os grupos não há significância estatística. Conclui-se que os valores da hemoglobina, glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e hematócrito não são marcadores adequados para apendicite experimental em coelhos.
Palavra-chave Blood cell count
Appendicitis
Rabbits
Experimental
Contagem de células sanguíneas
Apendicite
Coelhos
Experimental
Idioma Inglês
Data de publicação 1999-04-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 14, n. 2, p. 00-00, 1999.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86501999000200005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86501999000200005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/768

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86501999000200005.pdf
Tamanho: 377.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta