Teste de esforço: alterações do segmento ST restritas à fase de recuperação

Teste de esforço: alterações do segmento ST restritas à fase de recuperação

Título alternativo Exercise testing: abnormal ST segments restrict to recovery phase
Autor Oliveira Filho, Japy Angelini Autor UNIFESP Google Scholar
Luna Filho, Bráulio Autor UNIFESP Google Scholar
Salles, T. Autor UNIFESP Google Scholar
Brito, R. Autor UNIFESP Google Scholar
Palma, L. Autor UNIFESP Google Scholar
Barbieri, A. Autor UNIFESP Google Scholar
Herrmann, J. L. V. Autor UNIFESP Google Scholar
Martinez Filho, Eulogio Emílio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To determine the incidence of atherosclerotic coronary artery disease (CAD) and or myocardial ischemia in patients (pt) with abnormal ST segments restrict to recovery phase (RRAST) of exercise testing (ET). MATERIAL AND METHOD: Retrospective study in 19 non consecutive pt with RRAST, related to coronary arteriography or exercise planar scyntillography (18 men, 58 ± 9 years, 18 asymptomatic). RESULTS: RRAST corresponded to ST segment depression from 1 to 4 mm, with T inversion during early recovery (2pt); late (14 pt) or both (4pt). It was documented CAD (14 pt and 9) with artery-by-pass surgery); hypertensive myocardiopathy with normal coronary (3 pt), and mitral prolapse valve (1 pt).In 13 pt with coronary arteriography or exercise scyntillography, within the first 6 months from exercise testing, myocardial ischemia was confirmed in 8 pt in 3 pt, successive exercise testing showed RRAST reproductive in 2 cases. CONCLUSION: The authors report the high incidence of CAD and or transitory hypoperfusion during myocardial scyntillography in symptomatic men with middle age with RRAST during exercise testing.

OBJETIVO: Determinar a incidência de doença coronária aterosclerótica (DCA) e/ou isquemia miocárdica em pacientes (pt) com alterações do segmento ST restritas à fase de recuperação (ASTRR) do teste ergométrico. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo retrospectivo em 19 pacientes não consecutivos com ASTRR, através da cinecoronariografia e/ou cintigrafia de esforço planar. Amostra de 18 homens, uma mulher, com idade de 58 ± 9 anos, 18 sintomáticos. RESULTADOS: ASTRR correspondem a segmentos ST infra-desnivelados de 1 a 4 mm da linha de base, com inversão da onda T durante a recuperação precoce (2pt), tardia (14 pt). Foi documentada DCA em 14 pt (nove submetidos à cirurgia de revascularização); miocardiopatia hipertensiva com coronárias normais em 3 pt e prolapso de válvula mitral em 1 pt. Em 13 casos a cinecoronariografia e/ou cintilografia de esforço foram realizados dentro de seis meses do Teste Ergométrico, sendo a presença de DCA e ou isquemia miocárdica detectadas em 8 pt. Em 3 pt, testes ergométricos sucessivos mostraram ASTRR reprodutíveis em dois casos. CONCLUSÃO: Os autores relatam a elevada prevalência de DCA e ou hipoperfusão transitória na cintigrafia de esforço em homens sintomáticos de meia idade com ASTRR no teste de esforço.
Palavra-chave Exercise testing
Exercise scyntillography
Coronary artery disease
Teste de esforço
Cintigrafia de esforço
Doença coronária aterosclerótica
Idioma Português
Data de publicação 1999-04-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 45, n. 2, p. 137-141, 1999.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 137-141
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42301999000200008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42301999000200008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/765

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42301999000200008.pdf
Tamanho: 655.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta