Pelvic floor muscle training decreases hip adductors isometric peak torque in incontinent women: an exploratory study

Pelvic floor muscle training decreases hip adductors isometric peak torque in incontinent women: an exploratory study

Título alternativo Treinamento dos músculos do assoalho pélvico diminui o pico de torque isométrico de adutores de quadril em mulheres incontinentes: estudo exploratório
Autor Correia, Grasiéla Nascimento Google Scholar
Ferreira, Cristine Homsi Jorge Google Scholar
Aveiro, Mariana Chaves Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Vanessa Santos Google Scholar
Driusso, Patricia Google Scholar
Instituição University of São Paulo Faculty of Medicine of Ribeirão Preto Department of Biomechanics, Medicine and Rehabilitation of Locomotor System
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Federal University of São Carlos
Resumo INTRODUCTION: The pelvic floor muscle (PFM) training is the most common treatment for urinary incontinence (UI), however many women performed the contraction of PFM with associated contraction of abdominal, gluteus and hip adductors muscles. OBJECTIVE: To assess the effects of pelvic floor muscle (PFM) training on isometric and isokinetic hip adductors peak torque (PT) among women suffering from urinary incontinence (UI). MATERIALS AND METHODS: It is a longitudinal and prospective exploratory study. This study included 15 physically active women aged 45 years old and over, who presented complaints of UI. The PFM function (digital evaluation and perineometry), isometric and isokinetic hip adductors PT and one hour pad test were performed before and after treatment. The PFM training was performed in group, one hour once a week for 12 sessions. RESULTS: Significant improvement of PFM function and pressure level (p = 0.003), and significant decrease of hip adductors isometric PT and one-hour pad test, were found post-treatment. Moderate negative correlations between PFM contraction pressure and hip adductors isokinetic PT for dominant side (DS) (r = -0.62; p = 0.03) and non-dominant side (NDS) (r = -0.64; p = 0.02); and between PFM fast fibers contraction and hip adductors isometric PT for DS (r = -0.60; p = 0.03) and NDS (r = -0.59; p = 0.04) were also found. CONCLUSIONS: The PFM training decreased hip adductors PT and improved PFM functions and UI.

INTRODUÇÃO: O treinamento dos músculos do assoalho pélvico (MAP) é o tratamento mais comum para incontinência urinária (IU), entretanto a maioria das mulheres realiza a contração dos MAP associada com a contração do abdominal, glúteos e adutores de quadril. OBJETIVOS: Avaliar os efeitos do treinamento dos MAP no pico de torque (PT) isométrico e isocinético de adutores de quadril em mulheres com incontinência urinária (IU). MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo longitudinal, exploratório e prospectivo. Foram incluídas 15 mulheres com IU, fisicamente ativas, com idade superior a 45 anos. A função dos MAP (avaliação digital e perineometria), o PT isométrico e isocinético de adutores de quadril e oteste do absorvente de uma hora foram realizadas antes e após o tratamento. O treinamento dos MAP foi em grupo, com duração de 12 sessões, uma hora por semana. RESULTADOS: Houve aumento significativo da função e da pressão de contração (p = 0,003) dos MAP, e diminuição significativa do PT de adutores de quadril e do teste do absorvente de uma hora após o tratamento. Houve correlação negativa moderada entre a pressão de contração dos MAP e o PT isocinético de adutores de quadril do lado dominante (LD) (r = -0,62; p = 0,03) e não dominante (LND) (r = -0,64; p = 0,02); e entre contração de fibras rápidas dos MAP e o PT isométrico de adutores de quadril do LD (r = -0,60; p = 0,03) e LND (r = -0,59; p = 0,04). CONCLUSÃO: O treinamento dos MAP diminuiu o PT de adutores de quadril, melhorou a função dos MAP e da IU.
Palavra-chave Urinary incontinence
Pelvic floor
Torque
Group therapy
Physiotherapy
Incontinência urinária
Assoalho pélvico
Torque
Terapia em grupo
Fisioterapia
Idioma Inglês
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2013-03-01
Publicado em Fisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 26, n. 1, p. 183-190, 2013.
ISSN 0103-5150 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Extensão 183-190
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502013000100021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-51502013000100021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7642

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-51502013000100021.pdf
Tamanho: 696.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta