Influência do transtorno fonológico sobre os transtornos de leitura e da escrita

Influência do transtorno fonológico sobre os transtornos de leitura e da escrita

Título alternativo Influence of phonological disorders on reading and writing disabilities
Autor Silva, Monique Cantelli Da Autor UNIFESP Google Scholar
Ávila, Clara Regina Brandão de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To investigate the influence of phonological disorder, present at school age on performance on tasks of reading, writing, phonological and auditory processing and the relationships between these variables. METHODS: A total of 28 children regularly enrolled in 4th and 5th grade of elementary schools were divided: Experimental Group 1, Experimental Group 2, and Control Group. The following skills were assessed: reading, writing, phonological and auditory processing. The data were statistically analyzed. RESULTS: Control Group showed better results in reading, writing and processings. Experimental Groups were similar in terms of phonological awareness and phonological short-term memory. Experimental Group 1 showed lower values of performances compared to Experimental 2, with or without statistical significance. Auditory processing was similar among three groups, with the exception of Sequential Verbal Memory task. The three groups showed different patterns of correlations between variables. CONCLUSION: The phonological disorder was associated with worse performance on reading, spelling and phonological processing. The different groups showed different patterns of correlations between reading, writing, listening and phonological processing, which corroborated the results of the comparisons.

OBJETIVO: Investigar a influência do transtorno fonológico sobre o desempenho em tarefas de leitura e de escrita e as relações entre essas variáveis. MÉTODOS: Foram avaliados 28 escolares matriculados no 4° e 5° anos do Ensino Fundamental, divididos em Grupo Pesquisa 1, Grupo Pesquisa 2 e Grupo Controle. Foram avaliadas as seguintes competências: leitura, escrita, processamento fonológico e auditivo. Os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: O Grupo Controle mostrou melhores resultados em leitura, escrita e processamentos. Os Grupos Pesquisa mostraram-se semelhantes quanto à consciência fonológica e memória fonológica de curto prazo. O Grupo Pesquisa 1 mostrou valores médios de desempenho mais baixos na maioria das tarefas, quando comparado ao Grupo Pesquisa 2, embora sem diferença estatística. O processamento auditivo mostrou-se semelhante entre os três grupos, com exceção da prova de Memória Sequencial Verbal. Os três grupos apresentaram diferentes padrões de correlações entre as variáveis. CONCLUSÃO: O transtorno fonológico mostrou-se associado aos piores desempenhos em leitura, escrita e processamento fonológico. Os grupos apresentaram padrões diferentes de correlação entre as variáveis de leitura, escrita, auditiva, processamento auditivo e fonológico, o que confirmou os resultados das comparações.
Palavra-chave Speech disorders
Learning disorders
Language
Auditory perception
Speech
Language and Hearing Sciences
Distúrbios da fala
Transtornos de aprendizagem
Linguagem
Percepção auditiva
Fonoaudiologia
Idioma Português
Data de publicação 2013-01-01
Publicado em Audiology - Communication Research. Academia Brasileira de Audiologia, v. 18, n. 3, p. 203-212, 2013.
ISSN 2317-6431 (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Audiologia
Extensão 203-212
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312013000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2317-64312013000300010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7581

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2317-64312013000300010.pdf
Tamanho: 518.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta