Os usuários e a transição tecnológica no setor de saúde suplementar: estudo de caso de uma operadora de plano de saúde

Os usuários e a transição tecnológica no setor de saúde suplementar: estudo de caso de uma operadora de plano de saúde

Título alternativo Users and the technological transition in the supplemental health sector: case study of a health insurance plan company
Autor Meneses, Consuelo Sampaio Autor UNIFESP Google Scholar
Cecilio, Luiz Carlos de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Andreazza, Rosemarie Autor UNIFESP Google Scholar
Araújo, Eliane Cardoso de Autor UNIFESP Google Scholar
Cuginotti, Aloísio Punhagui Autor UNIFESP Google Scholar
Chioro dos Reis, Ademar Arthur Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Metropolitana de Santos
Resumo This paper presents the results obtained from qualitative research conducted with a group of users involved in Case Management, a program which was developed by a company of a medical group to provide healthcare for patients in situations of high vulnerability. The study sought to create a perspective in which the experience of the user, instead of representing merely additional or superimposed information upon the quality of services, is considered an inherent part of the arrangement under scrutiny, with the ability to highlight its internal qualities and contradictions. The results show how patients attribute high value to the healthcare they receive, with special emphasis on the bond that is created with the health team in charge, even when contact is only by telephone. Simultaneously, they are able to perceive the double-sided aspect presented by the regulation/assistance model found in the technological arrangement at issue, notably in relation to the prominent role played by the economic bias towards cost reduction - which lies in the forefront of its operationalization - and the final impact it has upon the final quality of healthcare.

O artigo apresenta os resultados de investigação realizada junto a usuários do case management, programa desenvolvido por uma empresa de medicina de grupo para o cuidado de pacientes vivendo situação de alta vulnerabilidade. Buscou-se construir uma perspectiva na qual a experiência do usuário, ao invés de representar apenas uma informação adicional ou superposta à qualidade dos serviços, é considerada parte indissociável do arranjo estudado, com potência para iluminar qualidades e contradições internas. Os resultados mostram como os pacientes dão alto valor aos cuidados recebidos, com especial ênfase no vínculo criado com a equipe responsável, mesmo que apenas por via telefônica. Ao mesmo tempo, conseguem perceber a dupla face regulação/modelo assistencial presente no arranjo tecnológico estudado, sobretudo o quanto o forte viés econômico de redução de custo que preside sua operacionalização impacta na qualidade final do cuidado.
Palavra-chave Health policy
planning and management
Supplemental healthcare services
Health management
Managed care programs
Case management
Organizational innovation
Políticas
Planejamento e administração em saúde
Saúde suplementar
Gestão em saúde
Programas de atenção gerenciada
Case management
Inovação organizacional
Idioma Português
Data de publicação 2013-01-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 18, n. 1, p. 57-66, 2013.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 57-66
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000313837300007
SciELO S1413-81232013000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7548

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232013000100007.pdf
Tamanho: 63.69KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta