The IDEAL classification system: a new method for classifying fractures of the distal extremity of the radiudescription and reproducibility

The IDEAL classification system: a new method for classifying fractures of the distal extremity of the radiudescription and reproducibility

Título alternativo Classificacao IDEAL: um novo metodo de classificacao para as fraturas da extremidade distal do radiodescricao e reprodutibilidade
Autor Belloti, Joao Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, João Baptista Gomes dos Autor UNIFESP Google Scholar
Moraes, Vinícius Ynoe de Autor UNIFESP Google Scholar
Wink, Felipe Vitiello Google Scholar
Tamaoki, Marcel Jun Sugawara Autor UNIFESP Google Scholar
Faloppa, Flávio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVE There is no consensus concerning which classification for distal radius fractures is best and the existing methods present poor reproducibility. This study aimed to describe and assess the reproducibility of the new IDEAL classification, and to compare it with widely used systems. DESIGN AND SETTING Reproducibility study, Hand Surgery Section, Universidade Federal de São Paulo. METHODS The IDEAL classification and its evidence-based rationale are presented. Sixty radiographs (posteroanterior and lateral) from patients with distal radius fractures were classified by six examiners: a hand surgery specialist, a hand surgery resident, an orthopedic generalist, an orthopedic resident and two medical students. Each of them independently assessed the radiographs at three different times. We compared the intra and interobserver concordance of the IDEAL, AO, Frykman and Fernandez classifications using Cohen's kappa (κ) (for two observers) and Fleiss's κ (for more than two observers). RESULTS The concordance was high for the IDEAL classification (κ = 0.771) and moderate for Frykman (κ = 0.556), Fernandez (κ = 0.671) and AO (κ = 0.650). The interobserver agreement was moderate for the IDEAL classification (κ = 0.595), but unsatisfactory for Frykman (κ = 0.344), Fernandez (κ = 0.496) and AO (κ = 0.343). CONCLUSION The reproducibility of the IDEAL classification was better than that of the other systems analyzed, thus making the IDEAL system suitable for application. Complementary studies will confirm whether this classification system makes adequate predictions for therapy and prognosis.

CONTEXTO E OBJETIVO Não existe consenso sobre qual é a melhor classificação para as fraturas do rádio distal e os métodos existentes apresentam baixa reprodutibilidade. Este estudo tem como objetivo descrever e avaliar a reprodutibilidade de uma nova classificação (a IDEAL) comparando-a com as classificações mais amplamente utilizadas. TIPO DE ESTUDO E LOCAL Estudo de reprodutibilidade, Disciplina de Cirurgia da Mão, Universidade Federal de São Paulo. MÉTODOS Apresentamos a classificação IDEAL e sua fundamentação teórica baseada em evidências. Sessenta radiografias (anteroposterior e de perfil) de pacientes com fraturas do rádio distal foram classificadas por seis examinadores: um especialista e um residente de cirurgia da mão, um ortopedista, um residente de ortopedia e dois estudantes de medicina. Cada um, independentemente, avaliou as radiografias em três momentos diferentes. Analisamos a concordância intra e interobservador da classificação IDEAL, AO, Frykman e Fernandez, utilizando o kappa (κ) de Cohen (para dois observadores) e κ de Fleiss (para mais de dois observadores). RESULTADOS A concordância demonstrou-se elevada para a classificação IDEAL (κ = 0,771) e moderada para Frykman (κ = 0,556), Fernandez (κ = 0,671) e AO (κ = 0,650). A concordância interobservador foi moderada para a classificação IDEAL (κ = 0,595), mas insatisfatória para Frykman (κ = 0,344), Fernandez (κ = 0,496) e AO (κ = 0,343). CONCLUSÃO A reprodutibilidade da classificação IDEAL se demonstrou superior quando comparada às analisadas neste estudo, tornando a classificação IDEAL adequada para aplicação. Estudos complementares confirmarão se esta classificação é adequada para previsão de terapia e prognóstico.
Palavra-chave Colles' fracture
Classification
Wrist
Radius fractures
Reproducibility of results
Fratura de Colles
Classificacao
Punho
Fraturas do radio
Reprodutibilidade dos testes
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-01-01
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 131, n. 4, p. 252-256, 2013.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 252-256
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2013.1314496
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-31802013000400252 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7507

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802013000400252.pdf
Tamanho: 498.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta