Aspectos do sistema estomatognático pré e pós-adenotonsilectomia

Aspectos do sistema estomatognático pré e pós-adenotonsilectomia

Título alternativo Aspects of stomatognathic system before and after adenotonsillectomy
Autor Andrade-Balieiro, Fernanda Bastos de Autor UNIFESP Google Scholar
Azevedo, Renata Autor UNIFESP Google Scholar
Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To verify the speech therapy aspects of the stomatognathic system, including phonoarticulatory structures (lips, tongue, and soft palate) and swallowing, respiratory, speech, and phonation (vocal quality and resonance) functions, before and after undergoing adenotonsillectomy. METHODS: The study included 22 children, 17 males and 5 females, aged between 5 and 10 years, suffering from hypertrophy of palatine and adenoid tonsils, with surgical indication for adenotonsillectomy and with no previous speech therapy. The speech-language pathology evaluation was performed before surgery and during the period between 1 and 6 months after adenotonsillectomy. It consisted of an evaluation of structures (lips, tongue, and soft palate) and of swallowing (liquid), respiration (mode), speech, and phonation (voice quality and resonance) functions. To evaluate vocal quality and resonance, 15 participants with the postoperative evaluation carried out in a period from 1 to 2 months were considered. RESULTS: There were differences regarding nasal respiratory mode, lips closed at rest posture, changed tongue tonus, adequate mobility of the soft palate, changed tongue posture during liquid swallowing, and absence of interposition compensatory mechanism of lips in swallowing. Reduction in the frequency of distortion processes was also found. With regard to speech, little improvement in vocal quality and resonance was seen. CONCLUSION: Following adenotonsillectomy, some structures and functions can spontaneously readapt or improve. However, most children needed to be referred to speech therapy for readapting stomatognathic structures and the assessed functions.

OBJETIVO: Verificar os aspectos fonoaudiológicos do sistema estomatognático, incluindo as estruturas fonoarticulatórias (lábios, língua e palato mole) e as funções de deglutição, respiração, fala e fonação (qualidade vocal e ressonância), pré e pós adenotonsilectomia. MÉTODOS: Participaram 22 crianças, 17 do gênero masculino e cinco do gênero feminino, na faixa etária entre 5 e 10 anos. Todas apresentavam hipertrofia de tonsilas palatina e faríngea com indicação cirúrgica de adenotonsilectomia e nenhuma delas havia passado por fonoterapia prévia. A avaliação fonoaudiológica foi realizada no período pré-operatório e entre um e seis meses após a adenotonsilectomia e constou de avaliação das estruturas (lábios, língua e palato mole), das funções de deglutição (líquido), respiração (modo), fala e fonação (qualidade vocal e ressonância). Para avaliar a qualidade vocal e a ressonância, participaram 15 sujeitos com avaliação pós-operatória realizada no período de um a dois meses. RESULTADOS: Houve diferença quanto ao modo respiratório nasal, postura de lábios ocluídos em repouso, tônus de língua alterado, mobilidade adequada de palato mole, postura de língua alterada na deglutição de líquido, e ausência do mecanismo compensatório de interposição de lábios na deglutição. Houve redução na frequência dos processos de distorção. Em relação à fonação, foi observada discreta melhora na qualidade vocal e ressonância. CONCLUSÃO: Após a adenotonsilectomia algumas estruturas e funções podem se readaptar ou apresentar melhora espontaneamente. No entanto, foi necessário encaminhar a maioria das crianças para o atendimento fonoaudiológico na busca da readaptação das estruturas estomatognáticas e funções avaliadas.
Palavra-chave Speech
Stomatognathic system
Voice
Palatine tonsil
Adenoids
Phonation
Fala
Sistema estomatognático
Voz
Tonsila palatina
Tonsila faríngea
Fonação
Idioma Português
Data de publicação 2013-01-01
Publicado em CoDAS. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 25, n. 3, p. 229-235, 2013.
ISSN 2317-1782 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 229-235
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2317-17822013000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2317-17822013000300007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7500

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2317-17822013000300007.pdf
Tamanho: 514.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta