Incidência de lesão musculoesquelética sem trauma em atletas de handebol

Incidência de lesão musculoesquelética sem trauma em atletas de handebol

Título alternativo Incidence of nontraumatic musculoskeletal injuries in handball athletes
Autor Sá, Matheus Cavalcante de Autor UNIFESP Google Scholar
Victorino, Angélica Begatti Autor UNIFESP Google Scholar
Vaisberg, Mauro Walter Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Competitive athletes often present musculoskeletal injuries, some of these nontraumatic. Usually these injuries are attributed to mechanical factors. The present study aimed to investigate a group of handball players and check a possible action of immune-inflammatory and hormonal factors in the genesis of these lesions. Laboratory parameters were studied measuring in the plasma the concentration of plasma hormones and neurotransmitters, and production in vitro of cytokines and prostaglandin E2. The results indicate that in 29% of the athletes included in the study the occurrence of nontraumatic musculoskeletal injuries was observed. In this group there was an increased production of pro-inflammatory cytokines assayed in the supernatant of culture of peripheral blood cells with increased concentrations of IL-1, IL-2, TNF-α and IFN-α, as well of prostaglandin E2.

O atleta competitivo muitas vezes apresenta lesões musculoesqueléticas, algumas de natureza não traumática. Habitualmente, tais lesões são atribuídas a fatores mecânicos. O presente estudo teve como objetivo estudar um grupo de atletas de handebol e verificar uma possível ação de fatores imune-inflamatórios e hormonais na gênese destas lesões. Procedeu-se à avaliação dos parâmetros laboratoriais, dosando-se a concentração plasmática de hormônios e neurotransmissores e a produção in vitro de citocinas e prostaglandina E2. Os resultados permitem afirmar que em 29% dos atletas estudados foi possível constatar a ocorrência de lesões musculoesqueléticas não traumáticas, que puderam ser relacionadas com o aumento da produção de citocinas pró-inflamatórias, com elevação das concentrações de IL-1, IL-2, TNF-α e IFN-α. Nesta mesma cultura foi possível demonstrar aumento da concentração de prostaglandina E2.
Palavra-chave cytokines
sports
nontraumatic injuries
citocinas
esporte
lesão sem trauma
Idioma Português
Data de publicação 2012-12-01
Publicado em SA, Matheus Cavalcante de; VICTORINO, Angélica Begatti; VAISBERG, Mauro Walter. Incidência de lesão musculoesquelética sem trauma em atletas de handebol. Rev Bras Med Esporte, São Paulo , v. 18, n. 6, p. 409-411, dez. 2012
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 409-411
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922012000600013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000314986800013
SciELO S1517-86922012000600013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7470

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922012000600013.pdf
Tamanho: 126.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1517-86922012000600013-pt.pdf
Tamanho: 133.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta