Tomografia computadorizada da matriz óssea mineralizada heteróloga fragmentada e metilmetacrilato na reparação de falhas ósseas segmentares produzidas em tíbia de coelhos

Tomografia computadorizada da matriz óssea mineralizada heteróloga fragmentada e metilmetacrilato na reparação de falhas ósseas segmentares produzidas em tíbia de coelhos

Título alternativo Computed tomography to evaluate the association of fragmented heterolog cortical bone and methylmethacrylate to repare segmental bone defect produced in tibia of rabbits
Autor Freitas, Silvio Henrique Google Scholar
Dória, Renata Gebara Sampaio Google Scholar
Mendonça, Fábio Souza Google Scholar
Santos, Marcelos Diniz dos Google Scholar
Moreira, Roberto Google Scholar
Simões, Ricardo dos Santos Google Scholar
Camargo, Lázaro Manoel Autor UNIFESP Google Scholar
Marques, Alessando Tadeu Corrêa Google Scholar
Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade de Cuiabá
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A 6mm segmental defect was performed on the metaphyseal region of the tibia of 12 rabbits and the autoclaved fragmented heterolog cortical bone conserved in glycerin (98%) and methylmethacrylate was used as a bone graft for the reconstruction. The graft was placed in the receptor bed and its integration was evaluated by computed tomography after 30, 60 and 90 days. There was gradual bone graft incorporation in the receptor bed during the time in 100% of the cases. Fragmented cortical bone heterograft and methylmethacrylate was biologically compatible and promotes bone defect reparation without signs of infection, migration and or rejection, featuring a new option of osseous substitute to fill in bone defects.

Foi realizada falha segmentar de 6mm na região metafisária medial da tíbia de 12 coelhos, seguida de preenchimento desta por matriz óssea mineralizada heteróloga fragmentada conservada em glicerina (98%) e metilmetacrilato autoclavado, bem como avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico (cone beam) aos 30, 60 e 90 dias. Houve incorporação gradativa do implante no leito receptor em relação ao tempo em 100% dos casos, o que mostra ser este biologicamente compatível, ao promover reparação da falha óssea, sem sinais de infecção, migração e/ou rejeição, caracterizando-se, assim, como nova opção de substituto ósseo para preenchimento de falhas ósseas.
Palavra-chave rabbit
bone graft
osseous substitute
computed tomography
orthopedics
coelho
implante ósseo
substituto ósseo
tomografia computadorizada
ortopedia
Idioma Português
Data de publicação 2012-12-01
Publicado em Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária, v. 64, n. 6, p. 1547-1554, 2012.
ISSN 0102-0935 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Extensão 1547-1554
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352012000600021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000313516000021
SciELO S0102-09352012000600021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7429

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-09352012000600021.pdf
Tamanho: 497.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta