Oxidative stress gene expression profile in inbred mouse after ischemia/reperfusion small bowel injury

Oxidative stress gene expression profile in inbred mouse after ischemia/reperfusion small bowel injury

Título alternativo Perfil da expressão gênica do estresse oxidativo em camundongos isogênicos após lesão de isquemia e reperfusão intestinal
Autor Bertoletto, Paulo Roberto Google Scholar
Ikejiri, Adauto Tsutomu Google Scholar
Somaio Neto, Frederico Google Scholar
Chaves, José Carlos Google Scholar
Teruya, Roberto Google Scholar
Bertoletto, Eduardo Rodrigues Google Scholar
Taha, Murched Omar Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição UFGD Medical School
Federal University of Mato Grosso do Sul
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To determine the profile of gene expressions associated with oxidative stress and thereby contribute to establish parameters about the role of enzyme clusters related to the ischemia/reperfusion intestinal injury. METHODS: Twelve male inbred mice (C57BL/6) were randomly assigned: Control Group (CG) submitted to anesthesia, laparotomy and observed by 120min; Ischemia/reperfusion Group (IRG) submitted to anesthesia, laparotomy, 60min of small bowel ischemia and 60min of reperfusion. A pool of six samples was submitted to the qPCR-RT protocol (six clusters) for mouse oxidative stress and antioxidant defense pathways. RESULTS: On the 84 genes investigated, 64 (76.2%) had statistic significant expression and 20 (23.8%) showed no statistical difference to the control group. From these 64 significantly expressed genes, 60 (93.7%) were up-regulated and 04 (6.3%) were down-regulated. From the group with no statistical significantly expression, 12 genes were up-regulated and 8 genes were down-regulated. Surprisingly, 37 (44.04%) showed a higher than threefold up-regulation and then arbitrarily the values was considered as a very significant. Thus, 37 genes (44.04%) were expressed very significantly up-regulated. The remained 47 (55.9%) genes were up-regulated less than three folds (35 genes - 41.6%) or down-regulated less than three folds (12 genes - 14.3%). CONCLUSION: The intestinal ischemia and reperfusion promote a global hyper-expression profile of six different clusters genes related to antioxidant defense and oxidative stress.

OBJETIVO: Determinar o perfil de expressão dos genes associados com estresse oxidativo e contribuir para estabelecer parâmetros sobre o papel das familias de enzimas relacionadas com a lesão de isquemia / reperfusão intestinal. MÉTODOS: Doze camundongos machos isogênicos (C57BL/6) foram distribuídos aleatoriamente: Grupo Controle (CG) submetido à laparotomia anestesia, e observado por 120min; Grupo isquemia/reperfusão (IRG) submetido à anestesia, laparotomia, 60min de isquemia do intestino delgado e 60min de reperfusão. Um pool dos seis camundongos de cada grupo foi submetido ao protocolo de qPCR-RT (seis famílias) para o estresse oxidativo e defesa antioxidante. RESULTADOS: Dos 84 genes investigados, 64 (76,2%) tiveram expressão estatística significante e 20 (23,8%) não apresentaram diferença estatística com o grupo controle. Dos 64 genes expressos de forma significante, 60 (93,7%) foram hiper-expressos e 04 (6,3%) foram hipo-expressos. Do grupo sem expressão estatisticamente significante, 12 genes foram hiper e 8 genes foram hipo-expressos. Surpreendentemente, 37 (44,04%) apresentaram expressão três maior que o limiar de normalidade e arbitrariamente os valores foram considerados como altamente significantes. Assim, 37 genes (44,04%) foram hiper-expressos de modo muito significante. Nos demais, 47 (55,9%) dos genes foram hiper-expressos menos de três vezes (35 genes - 41,6%) ou hipo-expressos menos de três vezes(12 genes - 14,3%). CONCLUSÃO: A isquemia e reperfusão intestinal promoveu um perfil de hiper-expressão global das seis familias de genes relacionados com estresse oxidativo antioxidante e defesa antioxidante.
Palavra-chave Oxidative Stress
Antioxidants
Gene expression
Ischemia
Reperfusion
Real-Time Polymerase Chain Reaction
Mice
Estresse Oxidativo
Antioxidantes
Expressão Gênica
Isquemia
Reperfusão
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Camundongos
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-11-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 27, n. 11, p. 773-782, 2012.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 773-782
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502012001100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000310536100006
SciELO S0102-86502012001100006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7371

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502012001100006.pdf
Tamanho: 929.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta