Serum levels of magnesium in sudden cardiac deaths among people with schizophrenia: hit or miss?

Serum levels of magnesium in sudden cardiac deaths among people with schizophrenia: hit or miss?

Título alternativo Níveis séricos de magnésio em morte súbita entre pessoas com esquizofrenia: erro ou acerto?
Autor Scorza, Fulvio Alexandre Autor UNIFESP Google Scholar
Albuquerque, Marly de Autor UNIFESP Google Scholar
Arida, Ricardo Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Cysneiros, Roberta Monterazzo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Presbiteriana Mackenzie
Resumo Schizophrenia is a devastating mental disorder, affecting cognitive, emotional, and behavioral conditions, ability to work, social functioning, family stability and self-esteem of the patient. People with schizophrenia show a two to three-fold increased risk to die prematurely than those without schizophrenia. Understanding the mechanisms behind sudden cardiac death in individuals with schizophrenia is a key to prevention. Although different mechanisms may be related, there are clear indications that cardiac abnormalities play a potential role. Some antipsychotics may be associated with cardiovascular adverse events, e.g., QT interval prolongation, metabolic dysfunction, blood pressure and heart rate alterations. Magnesium (Mg) abnormalities may lead to various morphological and functional dysfunctions of the heart and low levels of serum Mg are considered to be at high risk for sudden cardiac death. As low serum Mg is associated with detrimental effects on the heart and that antipsychotic-treated schizophrenia patients frequently affect the heart rate, possibly, these factors together must change the normal functioning of the heart and consequently being able to culminate in a catastrophic event.

A esquizofrenia é uma doença mental que afeta as condições cognitivas, emocionais e comportamentais, a capacidade de trabalho, a estabilidade familiar e social e a auto-estima do paciente. Pessoas com esquizofrenia apresentam um risco de duas a três vezes maior de morrer prematuramente em relação às pessoas sem esquizofrenia. A compreensão dos mecanismos envolvidos na morte súbita em indivíduos com esquizofrenia é de suma importância para sua prevenção. Apesar de diferentes mecanismos associados à doença, evidências mostram que as anormalidades cardíacas desempenham papel importante neste contexto. Alguns antipsicóticos podem estar associados com eventos cardiovasculares adversos, como o prolongamento do intervalo QT, disfunção metabólica e alterações na pressão arterial e no ritmo cardíaco. Anormalidades do magnésio (Mg) podem levar a várias alterações morfológicas e funcionais do coração assim como a um alto risco para a morte súbita. Como baixos níveis séricos de Mg estão associados a efeitos nocivos ao coração e indivíduos com esquizofrenia tratados com antipsicóticos frequentemente apresentam alteração do ritmo cardíaco, possivelmente, estes fatores em conjunto podem alterar o funcionamento normal do coração e, consequentemente, culminar em um evento catastrófico.
Palavra-chave schizophrenia
sudden death
magnesium
esquizofrenia
morte súbita
magnésio
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-10-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 70, n. 10, p. 814-816, 2012.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 814-816
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012001000011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000309719600011
SciELO S0004-282X2012001000011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7361

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2012001000011.pdf
Tamanho: 121.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta