Conhecimento e percepção dos profissionais a respeito do ruído na unidade neonatal

Conhecimento e percepção dos profissionais a respeito do ruído na unidade neonatal

Título alternativo Workers' knowledge and perception regarding noise in the neonatal unit
Conocimiento y percepción de los profesionales respecto del ruido en la unidad neonatal
Autor Daniele, Daniela Google Scholar
Pinheiro, Eliana Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Kakehashi, Teresa Yoshiko Autor UNIFESP Google Scholar
Balieiro, Maria Magda Ferreira Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The objective of the study was to assess the knowledge and perception of professionals working in a Neonatal Intensive Care Unit (NICU) regarding the repercussions of noise on the neonates, families and workers, prior to the implementation of an educational program. This qualitative descriptive study was conducted in a NICU of a São Paulo hospital with 101 professionals. A questionnaire was used for data collection, and chi-square and Student's t test were used to determine the association between variables. The workers described the NICU as very noisy (44.9%); they noticed the effects of noise during and after their work shift (67.4%) and used strategies to reduce noise. Despite not being familiar with legislation regarding noise in the hospital, the workers identify its repercussions on themselves, the neonates and families. Results indicate the need to teach the staff about legislation and noise prevention, as well as reorganize healthcare practices and Neonatal Intensive Care Unit facilities.

Se objetivó verificar el conocimiento y percepción de profesionales de Unidad de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) sobre efectos del ruido en el neonato, familia y profesionales, antes de implementar un programa educativo. Investigación descriptiva, cuantitativa, realizada en UTIN de un hospital de São Paulo, con 101 profesionales. Fueron utilizados: cuestionario para recolección de datos y tests de Chi-cuadrado y T de Student para asociación entre las variables. Los profesionales se refirieron a la UTIN como muy ruidosa (44,9%), percibieron los efectos de ese ruido durante y después de la jornada laboral (67,4%) y utilizaron estrategias para neutralizarlo. A pesar de que los profesionales desconozcan la legislación sobre ruidos en ambiente hospitalario, identificaron repercusiones para sí mismos, para el recién nacido y su familia. Los resultados sugieren la necesidad de orientar al equipo respecto de la legislación, prevención de ruidos y reorganización de prácticas asistenciales y estructura física de la UTIN.

O objetivo deste estudo foi verificar o conhecimento e a percepção de profissionais de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) sobre as repercussões do ruído ao neonato, família e profissionais, antes da implementação de um programa educativo. Trata-se de uma pesquisa descritiva, quantitativa, realizada em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital de São Paulo, com 101 profissionais. Foram utilizados: questionário para a coleta de dados, e os testes de Qui-quadrado e t de Student para a associação entre as variáveis. Os profissionais identificaram a UTIN como muito ruidosa (44,9%), perceberam os efeitos desse ruído durante e após a jornada de trabalho (67,4%) e utilizaram estratégias para amenizá-lo. Embora os profissionais desconheçam a legislação sobre o ruído no ambiente hospitalar, identificaram repercussões para si, recém-nascido e família. Os resultados apontaram para a necessidade de orientar a equipe quanto à legislação, prevenção de ruído e reorganização das práticas assistenciais e estrutura física da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal.
Palavra-chave Intensive Care Units Neonatal
Noise
Infant newborn
Family
Health personnel
Neonatal nursing
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Ruído
Recém-nascido
Família
Pessoal de saúde
Enfermagem neonatal
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2012-10-01
Publicado em DANIELE, Daniela; PINHEIRO, Eliana Moreira; KAKEHASHI, Teresa Yoshiko e BALIEIRO, Maria Magda Ferreira Gomes. Conhecimento e percepção dos profissionais a respeito do ruído na unidade neonatal. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2012, vol.46, n.5, pp.1041-1048
ISSN 0080-6234 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Extensão 1041-1048
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342012000500002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000312028600002
SciELO S0080-62342012000500002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7326

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0080-62342012000500002.pdf
Tamanho: 158.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0080-62342012000500002-pt.pdf
Tamanho: 922.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta