Resultados do tratamento da pancreatite aguda grave

Resultados do tratamento da pancreatite aguda grave

Título alternativo Severe acute pancreatitis: results of treatment
Autor Apodaca-Torrez, Franz Robert Autor UNIFESP Google Scholar
Lobo, Edson Jose Autor UNIFESP Google Scholar
Monteiro, Lilah Maria Carvas Autor UNIFESP Google Scholar
Melo, Geraldine Ragot de Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Herani Filho, Benedito Autor UNIFESP Google Scholar
Triviño, Tarcisio Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes Filho, Gaspar de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the results of the Protocol for treatment of patients with severe acute pancreatitis. METHODS: We consecutively analyzed age, gender, etiology, length of hospital stay, type of treatment and mortality of 37 patients with severe acute pancreatitis from January 2002. RESULTS: The patients' ages ranged from 20 to 88 years (average 50 years), 27% were female and 73% male. Mean overall hospital stay was 47 days. Thirteen patients were treated surgically, the average operations per patient was two. There were six deaths among patients undergoing surgical treatment (46%) and two deaths in the group submitted to medical treatment alone (8.3%). The overall mortality was 21%. CONCLUSION: After modification in the form of management of patients with severe acute pancreatitis, there was a decrease in mortality and a trend for conservative management.

OBJETIVO: Avaliar os resultados do Protocolo de Atendimento de pacientes com diagnóstico de pancreatite aguda grave. MÉTODOS: Foram analisados, consecutivamente, a partir de janeiro de 2002, idade, sexo, etiologia, tempo de internação, tipo de tratamento e mortalidade de 37 pacientes portadores de pancreatite aguda grave. RESULTADOS: A idade dos pacientes variou de 20 a 88 anos (média de 50 anos); 27% foram do sexo feminino e 73% do masculino. O tempo médio global de internação foi 47 dias. Treze pacientes foram tratados cirurgicamente; a média de operações realizadas foi duas por paciente. Ocorreram seis óbitos dentre os pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico (46%) e dois óbitos no grupo submetido somente ao tratamento clínico (8,3%). A mortalidade global foi 21% CONCLUSÃO: Após a modificação na forma de abordagem dos pacientes com pancreatite aguda grave, houve diminuição da mortalidade e uma tendência para a conduta expectante.
Palavra-chave Pancreatitis
Acute necrotizing pancreatitis
Therapy
Surgery
Mortality
Pancreatite
Pancreatite necrosante aguda
Terapêutica
Cirurgia Geral
Mortalidade
Idioma Português
Data de publicação 2012-10-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 39, n. 5, p. 385-388, 2012.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 385-388
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912012000500008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912012000500008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7315

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912012000500008.pdf
Tamanho: 30.58KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta