Assessment of pharmacotherapeutic safety of medical prescriptions for elderly residents in a long-term care facility

Assessment of pharmacotherapeutic safety of medical prescriptions for elderly residents in a long-term care facility

Autor Varallo, Fabiana Rossi Google Scholar
Ambiel, Ingrid Stephanie Stein Google Scholar
Nanci, Luana Orlandelli Google Scholar
Galduróz, José Carlos Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Mastroianni, Patricia de Carvalho Google Scholar
Instituição Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The present study aimed to estimate the prevalence of elderly using potentially inappropriate medications (PIM) and with occurrence of potentially hazardous drug interactions (PHDI); to identify the risk factors for the prescription of PIM and to evaluate the impact of pharmaceutical intervention (PI) for the prescription of safer therapeutic alternatives. Therefore, a cross-sectional study was performed in a long-term care facility in São Paulo State, between December/2010 and January/2011. The medical records of the patients >60 years old who took any drugs were consulted to assess the pharmacotherapeutic safety of the medical prescriptions, in order to identify PIM and PHDI, according to the Beers (2003) and World Health Organization criteria, respectively. PI consisted of a guidance letter to the physician responsible for the institution, with the suggestions of safer equivalent therapeutics. Approximately 88% of the elderly took at least one drug, and for 30% of them the PIM had been prescribed. Most of the PIM identified (53.4%) act on the central nervous system. Among the 13 different DI detected, 6 are considered PHDI. Polypharmacy was detected as a risk factor for PIM prescription. After the PI there was no change in medical prescriptions of patients who had been prescribed PIM or PHDI. The data suggests that PI performed by letter, as the only interventional, method was ineffective. To contribute it a wide dissemination of PIM and PHDI among prescriber professionals is necessary for the selection of safer treatment for elderly. Additionally, a pharmacist should be part of the health care team in order to help promote rational use of medicines.

O presente estudo teve como objetivos estimar a prevalência de idosos em uso de medicamentos potencialmente impróprios (MPI) e com ocorrência de interações medicamentosas potencialmente perigosas (IMPP); identificar os fatores de risco para a prescrição de MPI e avaliar o impacto de intervenção farmacêutica (IF) para a prescrição de alternativas terapêuticas mais seguras. Para tanto, realizou-se estudo transversal em instituição de longa permanência do interior de São Paulo, de dezembro/2010 a janeiro/ 2011. Os prontuários médicos dos pacientes >60 anos e que utilizavam pelo menos um medicamento foram consultados para avaliar a segurança farmacoterapêutica das prescrições médicas, identificando-se os MPI e as IMPP, segundo critérios de Beers (2003) e o critério da Organização Mundial da Saúde, respectivamente. A IF constou de carta de orientação ao médico da instituição, com sugestão de equivalentes terapêuticos mais seguros. Aproximadamente 88% dos idosos haviam utilizado pelo menos um medicamento e, para 30% deles, havia pelo menos um MPI prescrito. A maioria dos MPI identificados (53,4%) age no sistema nervoso central. Entre as 13 interações medicamentosas detectadas, 6 são consideradas IMPP. A polimedicação foi detectada como fator de risco para a prescrição de MPI. Após a IF, não houve alterações nas prescrições médicas dos pacientes que apresentavam MPI e IMPP prescritos. Os dados sugerem que IF realizadas por cartas, como único método interventivo, não são efetivas. Para contribuir com a seleção de farmacoterapia mais segura para idosos é necessária ampla divulgação dos MPI e IMPP entre os profissionais prescritores. Além disso, o farmacêutico deve fazer parte das equipes de saúde para auxiliar na promoção do uso racional de medicamentos.
Palavra-chave Drugs
Elderly people
Long-term care facility
Medication
Safety management
Medicamentos
Idosos
Assistência de longa duração
Medicação
Gerenciamento de segurança
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-09-01
Publicado em Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences. Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, v. 48, n. 3, p. 477-485, 2012.
ISSN 1984-8250 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Extensão 477-485
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502012000300015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000311770400015
SciELO S1984-82502012000300015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7308

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1984-82502012000300015.pdf
Tamanho: 485.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta