Fisioterapia para consciência perineal: uma comparação entre as cinesioterapias com toque digital e com auxílio do biofeedback

Fisioterapia para consciência perineal: uma comparação entre as cinesioterapias com toque digital e com auxílio do biofeedback

Título alternativo Physiotherapy for perineal consciousness: a comparison between pelvic floor muscle training alone and with biofeedback
Autor Pinheiro, Brenda de Figueiredo Google Scholar
Franco, Gisela Rosa Google Scholar
Feitosa, Suellen Maurin Google Scholar
Yuaso, Denise Rodrigues Google Scholar
Castro, Rodrigo de Aquino Autor UNIFESP Google Scholar
Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: A significant number of women (around 30 to 50%) are unable to contract correctly their pelvic floor muscles when given a command. OBJECTIVE: This study's objective was to compare pelvic floor muscle training with digital palpation to pelvic floor muscle training with biofeedback for perineal consciousness of women with stress urinary incontinence. METHOD: It was conducted a randomized clinical trial, comprising two groups, each of them formed by five interventional women with stress urinary incontinence and without perineal consciousness. RESULTS: Initially, the biofeedback group was formed by six women and the pelvic floor muscle training group was formed by five women, but one patient was excluded from the biofeedback group during the research. It was observed that there was a statistically significant improvement in both groups for the Power, Endurance, Fast and knowledge of the perineal region, but there was no significant difference between the two groups, i.e., both treatments are equally effective. CONCLUSION: Given the results, we conclude that both pelvic floor training with digital palpation and with biofeedback are excellent treatment options to gain perineal awareness.

INTRODUÇÃO: Grande parte das mulheres (cerca de 30 a 50%) não consegue contrair corretamente seus músculos perineais quando isso lhes é solicitado. Provavelmente, a parte mais importante e também a mais delicada de toda avaliação fisioterapêutica é a conscientização da região perineal das pacientes incontinentes. OBJETIVO: Este trabalho teve como objetivo comparar os efeitos das cinesioterapias com toque digital e com biofeedback para consciência perineal de mulheres com incontinência urinária de esforço. METODOLOGIA: Foi realizado um ensaio clínico randomizado, composto por dois grupos intervencionais, formados por cinco mulheres cada, com incontinência urinária de esforço e com ausência de consciência perineal. RESULTADOS: Inicialmente, o grupo de biofeedback seria composto de seis mulheres e o grupo de cinesioterapia com toque bidigital seria formado por cinco mulheres, porém uma paciente foi excluída do grupo biofeedback no decorrer da pesquisa. Observou-se que houve melhora estatisticamente significativa em ambos os grupos em relação a Power, Endurance, Fast e conhecimentos acerca da região perineal, porém não houve diferença significativa entre os dois grupos, ou seja, ambos os recursos são igualmente eficazes. CONCLUSÃO: Diante dos resultados apresentados, podemos concluir que tanto a cinesioterapia com uso do biofeedback quanto a cinesioterapia com toque digital são excelentes opções de tratamento para ganho de consciência perineal.
Assunto Pelvic floor
Urinary incontinence
Awareness
Assoalho pélvico
Incontinência urinária de esforço
Conscientização
Idioma Português
Data 2012-09-01
Publicado em Fisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 25, n. 3, p. 639-648, 2012.
ISSN 0103-5150 (Sherpa/Romeo)
Editor Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Extensão 639-648
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502012000300019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-51502012000300019 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7290

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0103-51502012000300019.pdf
Tamanho: 709.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)