Influência do tempo de reação simples na seleção de jovens talentos no tênis

Influência do tempo de reação simples na seleção de jovens talentos no tênis

Título alternativo Simple reaction time applied for selecting young talents in tennis
Autor Noce, Franco Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Tadeu Sartini Google Scholar
Moreira, Clarice Zinato Google Scholar
Andrade, André Gustavo Pereira de Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Costa, Varley Teoldo da Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Ouro Preto
Centro Universitário de Belo Horizonte
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Educação Física
Resumo The present study aimed at presenting the importance of simple reaction times, both cognitive and motor, in selecting potential talents in tennis players. Two hundred and forty young people participated in the study, from six to thirteen years old, of both sexes. The volunteers were subjected and approved during the first phase of the study, with a skill test specific for the modality (ITN). In the second phase, a test of simple reaction time was applied, stratifying the results by cognitive and motor time. It was used the ANCOVA test in order to identify differences for ITN, assuming the reaction time as an independent variable and the age as a covariate. Results show differences for ITN among the groups of cognitive reaction time adjusted for age (p=0,04) and there was no difference by observing the comparison among the results of motor reaction time (p=0,162). It is concluded that the cognitive reaction time is an important variable in the process for identifying talents in tennis.

Este estudo objetivou apresentar a importância dos tempos de reação simples, cognitivo e motor, na seleção de talentos para o tênis. Participaram 240 jovens de seis a 13 anos (9,61 ±1,64), de ambos os sexos. Os voluntários foram submetidos e aprovados, na primeira fase do estudo, em um teste de habilidades específicas da modalidade (ITN). Na segunda fase, foram submetidos a um teste de tempo de reação simples. Foi realizada Ancova para identificar diferenças no ITN tendo o tempo de reação como variável independente e idade como covariável. Os resultados mostraram que houve diferença para o ITN entre os grupos de tempo de reação cognitivo ajustado para a idade (p=0,04) e não houve diferença entre as médias de ITN quando se comparou o tempo de reação motor (p=0,162). Conclui-se que o tempo de reação cognitivo é uma variável importante no processo de detecção de talentos em tênis.
Palavra-chave Tennis Players
Talent detection
Cognitive evaluation
Decision making
Tenistas
Detecção de talentos
Avaliação cognitiva
Tomada de decisão
Idioma Português
Data de publicação 2012-09-01
Publicado em Revista da Educação Física / UEM. Universidade Estadual de Maringá , v. 23, n. 3, p. 369-377, 2012.
ISSN 1983-3083 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade Estadual de Maringá
Extensão 369-377
Fonte http://dx.doi.org/10.4025/reveducfis.v23i3.16990
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1983-30832012000300005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7286

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1983-30832012000300005.pdf
Tamanho: 403.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta