Crenças dos profissionais da Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora em relação à violência doméstica contra idosos

Crenças dos profissionais da Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora em relação à violência doméstica contra idosos

Título alternativo Beliefs of primary health care professionals of Juiz de Fora as regards domestic violence against elderly
Autor Lourenço, Lélio Moura Google Scholar
Mota, Daniela Cristina Belchior Google Scholar
Carvalho, Roberta Gonçalves Google Scholar
Gebara, Carla Ferreira De Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Ronzani, Telmo Mota Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Psicologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This study characterized domestic violence against the elderly, from the perspective of beliefs of primary care professionals of Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil. The sample consisted of 197 professionals from the Family Health Program. Data was analyzed using analysis of correlation between the beliefs of health professionals and the types of violence, degree of relationship of the perpetrators, correlation between domestic violence and alcohol and drug consumption. In addition the performance of health professionals on suspicion or confirmation of violence was observed, and whether or not they were receiving training. The Results showed that the performance of health professionals was restricted to referral practices and that some of their beliefs were confirmed by literature data. This confirmation may have been enabled by the professional's experience of contact with the reality of domestic violence. Potentially, these health professionals could take action directed towards controling/preventing? domestic violence against the elderly.

Este estudo focaliza a violência doméstica contra idosos sob a perspectiva das crenças dos profissionais da Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora, Brasil. A amostra constituiu-se de 197 profissionais do Programa Saúde da Família. Realizaram-se análises de correlação entre as crenças dos profissionais de saúde e os tipos de violência doméstica e o grau de parentesco dos agressores, bem como da relação entre violência doméstica e consumo de álcool e drogas. Foi também observada a atuação dos profissionais de saúde diante da suspeita ou confirmação de violência e, ainda, a existência ou não de treinamento para esses profissionais. Os resultados apontaram que a atuação dos profissionais de saúde está restrita à pratica de encaminhamentos e que parte de suas crenças foram confirmadas pelos dados da literatura. Essa confirmação pode ter sido viabilizada pela experiência de contato dos profissionais com a realidade da violência doméstica. Potencialmente, os profissionais de saúde poderiam ter uma atuação voltada para a violência doméstica contra idosos.
Palavra-chave Primary health care
Beliefs
Elderly
Domestic violence
Atenção primária à saúde
Crenças
Idosos
Violência doméstica
Idioma Português
Data de publicação 2012-09-01
Publicado em Estudos de Psicologia (Campinas). Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, v. 29, n. 3, p. 427-436, 2012.
ISSN 0103-166X (Sherpa/Romeo)
Publicador Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Extensão 427-436
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2012000300012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-166X2012000300012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7278

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-166X2012000300012.pdf
Tamanho: 393.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta