Perfil mercadológico do profissional fonoaudiólogo atuante na área de triagem auditiva escolar

Perfil mercadológico do profissional fonoaudiólogo atuante na área de triagem auditiva escolar

Título alternativo Market profile of speech therapist professional working in the area of school hearing screening
Autor Martins, Kelly Vasconcelos Chaves Google Scholar
Costa, Thatyane Pereira Google Scholar
Câmara, Marília Fontenele E Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de Fortaleza
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to identify the market profile of speech therapist professional working in the area of school hearing screening in the city of Fortaleza, determining the postgraduate level, the professional wage range, acting time, level of satisfaction, working hours and employment contract. METHOD: an instrument of data collection was applied in six speech therapists working in the area of school hearing screening (SHS). Collected data were statistically analyzed with variable crossing. RESULTS: it was observed that 06 interviewed professionals (100%) had specialization courses, presenting no masters or doctorate degrees. Five (83.3%) received 4 to 6 minimum wages with 30 to 40 hours per week, with great professional satisfaction. CONCLUSION: this study showed an average wage of 4 to 6 minimum wages and 30 to 40 working hours per week, with 4 contracted professionals and 2 outsourced. All speech therapists had specialization course and the great satisfaction level was the most prevalent.

OBJETIVO: identificar o perfil mercadológico do profissional fonoaudiólogo atuante na área de triagem auditiva escolar na cidade de Fortaleza, determinando o nível de pós-graduação, faixa salarial do profissional, tempo de atuação, nível de satisfação, jornada de trabalho e vinculo empregatício. MÉTODO: um instrumento de coletas de dados foi aplicado em 6 fonoaudiólogos atuantes na área de triagem auditiva escolar (TAE). Os dados foram submetidos à análise estatística com cruzamento de variáveis. RESULTADOS: observou - se que dos profissionais entrevistados, 6 (100%) possuíam especialização e nenhum apresentou mestrado ou doutorado. Destes, 5 (83,3%) recebíam de 4 a 6 salários mínimos com carga horária de 30 a 40 horas semanais, com nível de satisfação ótimo. CONCLUSÃO: tal estudo mostrou média salarial de 4 a 6 salários mínimos e jornada de trabalho de 30 a 40 horas, com 4 profissionais contratados e 2 terceirizados. Todos os fonoaudiólogos apresentaram especialização e o nível de satisfação profissional ótimo foi o mais prevalente.
Palavra-chave Job Market
Hearing
Speech
Language and Hearing Sciences
Mercado de Trabalho
Audição
Fonoaudiologia
Idioma Português
Data de publicação 2012-08-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 14, n. 4, p. 641-649, 2012.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 641-649
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000122
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462012000400007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7228

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462012000400007.pdf
Tamanho: 4.804MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta