Paracoccidioides brasiliensis infection in dogs from Western Brazilian Amazon

Paracoccidioides brasiliensis infection in dogs from Western Brazilian Amazon

Título alternativo Infecção por Paracoccidioides brasiliensis em cães da Amazônia Ocidental Brasileira
Autor Corte, Andréia Correa Google Scholar
Gennari, Solange Maria Google Scholar
Labruna, Marcelo Bahia Google Scholar
Camargo, Luís Marcelo Aranha Google Scholar
Itano, Eiko Nakagawa Google Scholar
Freire, Roberta Lemos Google Scholar
Camargo, Zoilo Pires de Autor UNIFESP Google Scholar
Ono, Mario Augusto Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Londrina Departamento de Ciências Patológicas
Universidade de São Paulo (USP)
UEL Departamento de Medicina Veterinária Preventiva
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The objective of the study was to evaluate Paracoccidioides brasiliensis infection in urban dogs from the municipality of Monte Negro, Rondonia, Western Brazilian Amazon. The serum samples (n=126) were analyzed by indirect ELISA and the immunodiffusion test using P. brasiliensis gp43 and exoantigen as antigens, respectively. A positivity of 54.8% was observed only in the ELISA test and no statistical difference was observed in the seroprevalence in relation to age or sex. This is the first paracoccidioidomycosis survey carried out with dogs from the Western Brazilian Amazon. The higher positivity rates of P. brasiliensis infection observed in this study suggest that veterinarians must be alert to detect new cases of natural disease in dogs living in paracoccidioidomycosis endemic areas.

O objetivo deste estudo foi avaliar a infecção por Paracoccidioides brasiliensis em cães urbanos do município de Monte Negro, Rondônia, Amazônia Ocidental Brasileira. As amostras de soro (n=126) foram analisadas por meio dos testes de ELISA indireto e imunodifusão utilizando gp43 de P. brasiliensis e exoantígeno como antígenos, respectivamente. Uma positividade de 54,8% foi observada apé isso mesmoenas no teste de ELISA e nenhuma diferença estatística foi observada na soroprevalência em relação ao sexo ou à idade. Este é o primeiro estudo epidemiológico de paracoccidioidomicose realizado com cães da Amazônia Ocidental Brasileira. A alta positividade de infecção por P. brasiliensis observada neste estudo sugere que os veterinários devem estar atentos para detectar a doença natural em cães de áreas endêmicas para paracoccidioidomicose.
Palavra-chave Paracoccidioides brasiliensis
paracoccidioidomycosis
epidemiology
Amazon
dogs
Paracoccidioides brasiliensis
paracoccidioidomicose
epidemiologia
Amazônia
canino
Idioma Inglês
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2012-07-01
Publicado em CORTE, Andréia C. et al . Paracoccidioides brasiliensis infection in dogs from Western Brazilian Amazon. Pesq. Vet. Bras., Rio de Janeiro , v. 32, n. 7, p. 649-652, jul. 2012
ISSN 0100-736X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPAEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Extensão 649-652
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2012000700011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000307229800011
SciELO S0100-736X2012000700011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7192

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-736X2012000700011.pdf
Tamanho: 148.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta