Degree of disability, pain levels, muscle strength, and electromyographic function in patients with Hansen's disease with common peroneal nerve damage

Degree of disability, pain levels, muscle strength, and electromyographic function in patients with Hansen's disease with common peroneal nerve damage

Título alternativo Grau de incapacidade, níveis de dor, força muscular e função eletromiográfica em portadores de hanseníase com lesão do nervo fibular comum
Autor Véras, Larissa Sales Téles Google Scholar
Vale, Rodrigo Gomes de Souza Google Scholar
Mello, Danielli Braga de Google Scholar
Castro, José Adail Fonseca de Google Scholar
Lima, Vicente Google Scholar
Silva, Kelson Nonato Gomes da Autor UNIFESP Google Scholar
Trott, Alexis Google Scholar
Dantas, Estélio Henrique Martin Google Scholar
Instituição Universidade Estadual do Piauí Centro de Ciências da Saúde
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Laboratório de Biociências da Motricidade Humana
Hospital Getúlio Vargas Clínica Dermatológica
Escola de Educação Física do Exército Brasileiro
Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro Laboratório de Doenças Parasitárias
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade do Oeste de Santa Catarina Laboratório de Aspectos Moleculares Associados a Doenças Genéticas
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Resumo INTRODUCTION: This study evaluated the degree of disability, pain levels, muscle strength, and electromyographic function (RMS) in individuals with leprosy. METHODS: We assessed 29 individuals with leprosy showing common peroneal nerve damage and grade 1 or 2 disability who were referred for physiotherapeutic treatment, as well as a control group of 19 healthy participants without leprosy. All subjects underwent analyses of degree of disability, electromyographic tests, voluntary muscle force, and the Visual Analog Pain Scale. RESULTS: McNemar's test found higher levels of grade 2 of disability (Δ = 75.9%; p = 0.0001) among individuals with leprosy. The Mann-Whitney test showed greater pain levels (Δ = 5.0; p = 0.0001) in patients with leprosy who had less extension strength in the right and left extensor hallucis longus muscles (Δ = 1.28, p = 0.0001; Δ = 1.55, p = 0.0001, respectively) and dorsiflexion of the right and left feet (Δ = 1.24, p = 0.0001; Δ = 1.45, p = 0.0001, respectively) than control subjects. The Kruskal-Wallis test showed that the RMS score for dorsiflexion of the right (Δ = 181.66 m·s-2, p = 0.001) and left (Δ = 102.57m·s-2, p = 0.002) feet was lower in patients with leprosy than in control subjects, but intragroup comparisons showed no difference. CONCLUSIONS: Leprosy had a negative influence on all of the study variables, indicating the need for immediate physiotherapeutic intervention in individuals with leprosy. This investigation opens perspectives for future studies that analyze leprosy treatment with physical therapeutic intervention.

INTRODUÇÃO: O objetivo do estudo foi avaliar o grau de incapacidade, níveis de dor, força muscular e a função eletromiográfica (RMS) em indivíduos portadores de hanseníase. MÉTODOS: A amostra foi composta de um grupo de 29 sujeitos portadores de hanseníase, apresentando lesão do nervo fibular comum e grau 1 ou 2 de incapacidade, com indicação ao tratamento fisioterapêutico, e um grupo controle de 19 indivíduos saudáveis, sem hanseníase. Os sujeitos foram submetidos à análise do grau de incapacidade, testes de eletromiografia, de força muscular voluntária e da Escala Visual Analógica (EVA) para a dor. RESULTADOS: O teste de McNemar mostrou maior prevalência do grau dois de incapacidade (Δ=75,9%; p=0,0001) entre os indivíduos com hanseníase. O teste de Mann-Whitney revelou maiores níveis de dor (Δ=5,0; p=0,0001) nos pacientes com hanseníase apresentando menores níveis de força muscular da extensão do hálux direito e esquerdo (Δ=1,28, p=0,0001; Δ=1,55, p=0,0001) e flexão dorsal do pé direito e esquerdo (Δ=1,24, p=0,0001; Δ=1,45, p=0,0001) do que os indivíduos sem hanseníase. O teste de Kruskal-Wallis revelou que os valores do RMS da flexão dorsal dos pés direito (Δ=181,66m.s-², p=0,001) e esquerdo (Δ=102,57m.s-2, p=0,002) apresentaram menores valores que o grupo controle em ambos os lados, mas as comparações intragrupos não mostraram diferenças. CONCLUSÕES: Conclui-se que a hanseníase altera todas as variáveis analisadas na pesquisa, indicando a necessidade de intervenção fisioterapêutica imediata nos sujeitos com Hanseníase. Esta investigação abre perspectivas de futuras pesquisas que analisem o tratamento da hanseníase com intervenção fisioterapêutica.
Palavra-chave Disability degree
Electromyography
Muscle strength
Pain
Peroneal nerve
Leprosy
Grau de incapacidade
Eletromiografia
Força muscular
Dor
Nervo fibular
Hanseníase
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em VERAS, Larissa Sales Téles et al. Degree of disability, pain levels, muscle strength, and electromyographic function in patients with Hansen's disease with common peroneal nerve damage. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 2012, vol.45, n.3, pp.375-379.
ISSN 0037-8682 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Extensão 375-379
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822012000300018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000305980500018
SciELO S0037-86822012000300018 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7188

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0037-86822012000300018.pdf
Tamanho: 767.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta