Avaliação da memória operacional fonológica e impulsividade de usuários de drogas atendidos em um Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental

Avaliação da memória operacional fonológica e impulsividade de usuários de drogas atendidos em um Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental

Título alternativo Evaluation of phonological working memory and impulsivity of drugs users treated at an integrated care center for mental health
Autor Costa, Luciana Lopes Silva Google Scholar
Navas, Ana Luiza Gomes Pinto Google Scholar
Oliveira, Christian Cesar Cândido Google Scholar
Ratto, Lilian Ribeiro Caldas Google Scholar
Carvalho, Kamila Helena Prior De Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Helio Rodrigues Da Google Scholar
Lopes, Cristiane Google Scholar
Tieppo, Carla Andréa Google Scholar
Instituição Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
Universidade de São Paulo (USP)
Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Metodista de São Paulo Faculdade da Saúde
Departamento de Ciências Fisiológicas Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
Resumo PURPOSE: to evaluate the phonological working memory abilities and check possible influences of impulsivity in patients starting treatment at the program for Alcohol and Drug users at CAISM. METHOD: 29 patients: 21 males and 8 females, drug users, 37.9±10.5 year old and with 10.59±3.53 years of schooling; and 30 volunteers: 19 males and 11 female, 32.4±11.9 year old and 11.07±3.29 years of schooling, with no psychiatric history or substance abuse freely participated. The subjects were asked to attend the specific evaluation, aiming to assess: 1) phonological working memory for words and pseudowords, 2) impulsivity in its second order factors (attention impulsiveness, motor and non-planning). RESULTS: concerning the performance of the subjects in the drug users' group in the evaluation of phonological working memory when compared to the control group we found a reduction in both the auditory word span and pseudowords, as well as the total number of correct recalls of words and pseudowords. In the evaluation of impulsivity, the group of drug users had high scores comparing to control subjects in all subtypes related to impulsivity, including the total score of impulsivity. There were no correlations among impulsivity scores and words and/or pseudowords' span. CONCLUSION: this pattern of responses indicates impairment in verbal working memory processing and high level of impulsivity in this population of chronic drug users. The poor performance of chronic drug users on all tests of phonological working memory is probably not due to the increased noted impulsivity. These analyses help to plan treatment strategies intended towards the detected alterations.

OBJETIVO: avaliar a memória operacional fonológica e relacionar com a impulsividade de pacientes em tratamento no Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental. MÉTODO: 29 usuários: 21 do gênero masculino e 8 do feminino, usuários de substâncias psicoativas, com 37,9±10,5 anos de idade e 10,59±3,53 anos de escolaridade; e 30 voluntários: 19 do gênero masculino e 11 do feminino, com 32,4±11,9 anos de idade e 11,07±3,29 anos de escolaridade, sem histórico psiquiátrico ou de dependência química foram convocados à avaliação de: 1) memória operacional para palavras e pseudo-palavras; 2) impulsividade em seus fatores de segunda ordem (impulsividade atencional, motora e de não planejamento). RESULTADOS: o desempenho dos usuários de substâncias psicoativas na avaliação da memória em comparação ao grupo controle foi pior tanto no span auditivo de palavras e pseudo-palavras como também no número total de recordação de palavras e pseudo-palavras. Na avaliação da impulsividade, os usuários apresentaram escores elevados em contraposição aos sujeitos controle em todos os subtipos de impulsividade, inclusive no total. Na análise de correlação dos dados não foram encontradas relações entre os escores de impulsividade e memória. CONCLUSÃO: : este padrão de respostas indica comprometimento da memória operacional fonológica provavelmente independente do alto nível de impulsividade apresentado pelos usuários de drogas. Estas análises contribuem para propor estratégias de tratamento direcionadas às alterações detectadas.
Palavra-chave Memory, Short- Term
Impulsive Behavior
Substance-Related Disorders
Street Drugs
Memória de Curto Prazo
Comportamento Impulsivo
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Drogas Ilícitas
Idioma Português
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 14, n. 3, p. 438-447, 2012.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 438-447
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000095
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462012000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7123

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462012000300008.pdf
Tamanho: 431.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta