Perfil clínico e sociodemográfico dos portadores de doença venosa crônica atendidos em centros de saúde de Maceió (AL)

Perfil clínico e sociodemográfico dos portadores de doença venosa crônica atendidos em centros de saúde de Maceió (AL)

Título alternativo Clinical and socio-demographic profile of patients with venous disease treated in health centers of Maceió (AL), Brazil
Autor Costa, Larissa Maranhão Google Scholar
Higino, Wesley J.f. Google Scholar
Leal, Flávia De Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Couto, Renata Cardoso Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição FAL curso de Fisioterapia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas
Resumo BACKGROUND: Chronic venous disease (CVD) is to change the system causing a venous valvular incompetence associated with obstruction of flow or not. It affects 10 to 20% of world population, with higher prevalence in females. It presents as the most common symptoms and pain and swelling in advanced form, venous ulcer, and brings functional limitations, social isolation, affecting quality of life. OBJECTIVE: Profiling of patients with CVD, the survey data indicate that clinical and socio-demographic characteristics that may contribute to possible change of habit in the life, who for reasons of work, lack of knowledge and/or instructions had affected their routine by the disease, with consequent decline in their quality of life. METHODS: A descriptive, observational, cross-sectional study that evaluated patients with CVD treated at health centers in Maceió (AL) Brazil, applying a form for collecting data, such as CEAP, Brazil Criterion of Economic Classification Questionnaire and SF-36. RESULTS: The sample consisted of 66 patients with CVD, 83% were female and 17% male. The patients had predominantly aged between 50 and 60 years who were sedentary, assuming prolonged standing, low educational level and economic status, severe clinical disease (symptomatic C6), and quality of life variable. CONCLUSION: The results showed a predominance of females, 50 to 60 years old, with triggering factors and/or aggravating factors for development of CVD as lack of physical activity, low education and low economic income, affecting quality of life.

CONTEXTO: A doença venosa crônica (DVC) consiste em alteração do sistema venoso causando uma incompetência valvar associada à obstrução de fluxo ou não. Acomete 10 a 20% da população mundial, tendo maior prevalência no sexo feminino. Apresenta como sintomas mais comuns dor e edema e na forma avançada, a úlcera venosa. Traz limitações funcionais e isolamento social, afetando a qualidade de vida. OBJETIVO: Traçar o perfil dos portadores de DVC, pelo levantamento de dados clínicos e sociodemográficos que indiquem características que possam contribuir para possível mudança de hábito na vida de pacientes que, por motivos de trabalho, falta de conhecimento e/ou instruções, tiveram sua rotina afetada pela doença, com consequente diminuição da sua qualidade de vida. MÉTODOS: Estudo descritivo, observacional do tipo transversal, sendo avaliados portadores de DVC atendidos em centros de saúde de Maceió (AL), aplicando um formulário para coleta de dados, como classificação CEAP, Critério de Classificação Econômica Brasil e Questionário SF-36. RESULTADOS: A amostra foi composta por 66 pacientes com DVC; 83% eram do sexo feminino e 17%, do masculino, a faixa etária predominante foi entre 50 a 60 anos; eram sedentários, assumindo ortostatismo prolongado, baixo nível de escolaridade e classe econômica, doença clínica grave (C6 sintomático) e qualidade de vida variável. CONCLUSÃO: Os resultados demonstraram predomínio da doença no sexo feminino, entre 50 a 60 anos de idade, com fatores desencadeadores e/ou agravantes para desenvolvimento da DVC como falta de atividade física, baixo nível de escolaridade e baixa renda econômica, afetando a qualidade de vida.
Palavra-chave venous insufficiency
lower extremity
quality of life
insuficiência venosa
extremidade inferior
qualidade de vida
Idioma Português
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em Jornal Vascular Brasileiro. Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), v. 11, n. 2, p. 108-113, 2012.
ISSN 1677-5449 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Extensão 108-113
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492012000200007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1677-54492012000200007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7122

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1677-54492012000200007.pdf
Tamanho: 204.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta