Bronquiolite associada à exposição a aroma artificial de manteiga em trabalhadores de uma fábrica de biscoitos no Brasil

Bronquiolite associada à exposição a aroma artificial de manteiga em trabalhadores de uma fábrica de biscoitos no Brasil

Título alternativo Bronchiolitis associated with exposure to artificial butter flavoring in workers at a cookie factory in Brazil
Autor Cavalcanti, Zaida do Rego Google Scholar
Albuquerque Filho, Alfredo Pereira Leite de Google Scholar
Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Coletta, Ester Nei Aparecida Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Barão de Lucena Sistema Único de Saúde
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital do Servidor Público Estadual Serviço de Doenças Respiratórias
Hospital do Servidor Público Estadual Serviço de Anatomia Patológica
Resumo OBJECTIVE: To report the cases of four patients with bronchiolitis caused by exposure to artificial butter flavoring at a cookie factory in Brazil. METHODS: We described the clinical, tomographic, and spirometric findings in the four patients, as well as the lung biopsy findings in one of the patients. RESULTS: All four patients were young male nonsmokers and developed persistent airflow obstruction (reduced FEV1/FVC ratio and FEV1 at 25-44% of predicted) after 1-3 years of exposure to diacetyl, without the use of personal protective equipment, at a cookie factory. The HRCT findings were indicative of bronchiolitis. In one patient, the surgical lung biopsy revealed bronchiolitis obliterans accompanied by giant cells. CONCLUSIONS: Bronchiolitis resulting from exposure to artificial flavoring agents should be included in the differential diagnosis of airflow obstruction in workers in Brazil.

OBJETIVO: Relatar quatro casos de bronquiolite decorrente de exposição a aroma artificial de manteiga em uma fábrica de biscoitos no Brasil. MÉTODOS: Descrevemos os achados clínicos, espirométricos e tomográficos nos quatro pacientes, assim como achados de biópsia pulmonar em um dos pacientes. RESULTADOS: Os quatro pacientes eram homens jovens, não fumantes, e desenvolveram obstrução persistente ao fluxo aéreo (relação VEF1/CVF reduzida e VEF1 de 25-44% do previsto) após 1-3 anos de exposição a diacetil, sem a utilização de equipamentos de proteção individual, em uma fábrica de biscoitos. A TCAR mostrou achados indicativos de bronquiolite. Em um paciente, a biópsia pulmonar cirúrgica mostrou bronquiolite obliterante associada a células gigantes. CONCLUSÕES: A bronquiolite decorrente de exposição a flavorizantes artificiais deve ser considerada em trabalhadores com obstrução ao fluxo aéreo no Brasil.
Palavra-chave Diacetyl
Flavoring agents
Bronchiolitis
Diacetil
Aromatizantes
Bronquiolite
Idioma Português
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 38, n. 3, p. 395-399, 2012.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 395-399
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132012000300016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132012000300016 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7116

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132012000300016.pdf
Tamanho: 2.008MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta