Exercício resistido em idosos frágeis: uma revisão da literatura

Exercício resistido em idosos frágeis: uma revisão da literatura

Título alternativo Resistance exercise in frail elderly: a literature review
Autor Câmara, Lucas Caseri Google Scholar
Bastos, Carina Corrêa Google Scholar
Volpe, Esther Fernandes Tinoco Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: Fragility syndrome, very common in elderly people, consists of a set of signals and symptoms in which is present criteria such as not intentional weight loss (approximately 5%) in a year, reduction in the walking speed, low physical activity levels, subjective exhaustion and muscular strength reduction. The increasing effect of these changes related to age, which include sarcopenia, immunity functional disorder and neuroendocrinous misconduct, increase the vulnerability of the organism to stress, reducing the ability to adapt, compensate or modulate these stimuli. Several intervention proposals have been made to attenuate this process, and resistance exercises (RE) was one of the options studied. OBJECTIVES: To evaluate the effects of RE on the physiopathology of fragility syndrome. MATERIALS AND METHODS: A bibliographic review of the period 2004-2010 was made based on the data of LILACS, MEDLINE and PubMed. Results: Changes in the hormonal and immune systems were observed acting in a systemic way by reverting or minimizing the effects of sarcopenia. CONCLUSION: Resistance exercises should serve as therapy to those elderly who are fragile and do not present any health problems.

INTRODUÇÃO: A síndrome da fragilidade, bastante comum em pessoas de idade avançada, consiste em um conjunto de sinais e sintomas no qual estão presentes critérios como perda de peso corporal não intencional em um ano (aproximadamente 5%), diminuição na velocidade da marcha, níveis baixos de atividade física, exaustão subjetiva e diminuição de força muscular. Os consequentes efeitos dessas mudanças relacionadas à idade, que incluem sarcopenia, disfunção imunológica e desregulação neuroendócrina, aumentam a vulnerabilidade do organismo ao estresse, reduzindo a habilidade de adaptar, compensar ou modular esses estímulos. Diferentes intervenções têm sido propostas para atenuar esse processo, sendo o exercício resistido (ER) uma das opções estudadas. OBJETIVO: Realizar uma revisão bibliográfica averiguando os efeitos dos ER na fisiopatologia da síndrome da fragilidade. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizada uma revisão bibliográfica do período de 2004 a 2010, por meio das bases de dados LILACS, MEDLINE e PubMed. RESULTADOS: Por meio das análises dos estudos, foram observadas alterações nos sistemas hormonal e imune, atuando de forma sistêmica na reversão ou minimização dos efeitos da sarcopenia exercendo influência positiva na síndrome da fragilidade. CONCLUSÃO: O ER deve ser indicado como opção terapêutica para idosos frágeis ou pré-frágeis que não apresentem contraindicações para realização desta modalidade de exercício.
Palavra-chave Frail elderly
Weight lifting
Exercise therapy
Idoso débil
Levantamento de peso
Terapia por exercício
Idioma Português
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em Fisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 25, n. 2, p. 435-443, 2012.
ISSN 0103-5150 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Extensão 435-443
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502012000200021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-51502012000200021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7110

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-51502012000200021.pdf
Tamanho: 646.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta