Recursos de ênfase utilizados por indivíduos com e sem treinamento de voz e fala

Recursos de ênfase utilizados por indivíduos com e sem treinamento de voz e fala

Título alternativo Emphatic accent used by individuals with and without voice and speech training
Autor Borrego, Maria Cristina De Menezes Google Scholar
Behlau, Mara Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To investigate how individuals with and without voice training use emphatic accent in two previously selected words during a reading. METHODS:Seventy seven individuals with ages between 19 and 57 years were distributed into two groups: 51 students from a radio training course - TG (trained group); and 26 subjects with no voice and speech training - UnTG (untrained group). Individuals read a radio report twice, emphasizing two different words in each reading: negotiates and reforms. The readings were recorded with an interval of two months between them, which corresponded to the beginning and end of the radio training course attended by the TG. Voice samples were submitted to: auditory-perceptual analysis of the occurrence, evaluation and use of emphasis; visual analysis of the spectrographic trace for delimitation of the pauses; acoustic analysis of the duration and fundamental frequency of the emphases. Results were submitted to statistical analysis. RESULTS: The TG had higher grades than the UnTG regarding the quality of emphasis use, and there was no difference in its occurrence and use. The word reforms had higher occurrence of emphasis and was better evaluated than the word negotiates. The TG used less pauses than the UnTG. Acoustic analysis showed that the word reforms was longer than negotiates in the UnTG. The mean fundamental frequency was higher for negotiates. CONCLUSION: Both groups demonstrated that the use of emphasis accompanies the individuality of speakers. The TG had better ability in the distribution of pauses. The words were distinctly emphasized due to syntactic and semantic aspects.

OBJETIVO: Investigar como indivíduos com e sem treinamento vocal utilizam recursos de ênfase em duas palavras previamente selecionadas na leitura de texto. MÉTODOS: Setenta e sete indivíduos de 19 a 57 anos de idade formaram dois grupos: 51 alunos de curso de radialista denominados grupo treinado - GT e 26 indivíduos sem experiência em locução, denominados grupo não-treinado - GNT. Eles leram uma notícia duas vezes enfatizando, a cada leitura, uma palavra: negocia e reformas. As leituras foram gravadas em dois momentos com intervalo de dois meses entre elas, correspondentes ao início e ao final do curso de radialista do GT. O material foi submetido à avaliação perceptivo-auditiva da ocorrência, avaliação e forma de utilização da ênfase; identificação visual da espectrografia para delimitação das pausas junto às palavras estudadas; análise acústica da duração e frequência fundamental das ênfases. Testes estatísticos foram aplicados. RESULTADOS: GT foi melhor avaliado quanto à qualidade da utilização da ênfase que GNT, não havendo diferença na sua ocorrência e forma de utilização. Reformas teve maior ocorrência de ênfase e foi melhor avaliada que negocia. GT usou menos pausas que GNT. Na análise acústica, reformas durou mais que negocia no GNT. A média da frequência fundamental de negocia foi maior que reformas. CONCLUSÃO: Os grupos comportaram-se de forma semelhante, demonstrando que enfatizar obedece a individualidade dos falantes. GT apresentou mais habilidade na distribuição das pausas. As ênfases ocorreram diferentemente entre as palavras respeitando aspectos sintático-semânticos.
Palavra-chave Voice
Voice training
Voice quality
Speech acoustics
Communications media
Voz
Treinamento da voz
Qualidade da voz
Acústica da fala
Meios de comunicação
Idioma Português
Data de publicação 2012-06-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 17, n. 2, p. 216-224, 2012.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 216-224
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342012000200019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342012000200019 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7107

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-80342012000200019.pdf
Tamanho: 315.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta