Impact of training at ventilatory threshold on cardiopulmonary and functional capacity in overweight patients with chronic kidney disease

Impact of training at ventilatory threshold on cardiopulmonary and functional capacity in overweight patients with chronic kidney disease

Título alternativo Exercício aeróbico baseado no primeiro limiar ventilatório em pacientes com excesso de peso e doença renal crônica: impacto sobre a capacidade cardiorrespiratória e funcional
Autor Aoike, Danilo Takashi Autor UNIFESP Google Scholar
Baria, Flavia Autor UNIFESP Google Scholar
Rocha, Mariana Leister Autor UNIFESP Google Scholar
Kamimura, Maria Ayako Autor UNIFESP Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Ammirati, Adriano Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Cuppari, Lilian Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: Chronic kidney disease (CKD) and obesity are both associated with reduced physical capacity. The potential benefit of aerobic training on physical capacity has been recognized. The exercise intensity can be established using different methods mostly subjective or indirect. Ventilatory threshold (VT) is a direct and objective method that allows prescribing exercise intensity according to individual capacity. OBJECTIVES: To evaluate the impact of aerobic training at VT intensity on cardiopulmonary and functional capacities in CKD patients with excess of body weight. METHODS: Ten CKD patients (eight men, 49.7 ± 10.1 years; BMI 30.4 ± 3.5 kg/m², creatinine clearance 39.4 ± 9.8 mL/min/1.73 m²) underwent training on a treadmill three times per week during 12 weeks. Cardiopulmonary capacity (ergoespirometry), functional capacity and clinical parameters were evaluated. RESULTS: At the end of 12 weeks, VO2PEAK increased by 20%, and the speed at VO2PEAK increased by 16%. The training resulted in improvement in functional capacity tests, such as six-minute walk test (9.2%), two-minute step test (20.3%), arm curl test (16.3%), sit and stand test (35.7%), and time up and go test (15.3%). In addition, a decrease in systolic and diastolic blood pressures was observed despite no change in body weight, sodium intake and antihypertensive medication. CONCLUSION: Aerobic exercise performed at VT intensity improved cardipulmonary and functional capacities of overweight CKD patients. Additional benefit on blood pressure was observed. These results suggest that VT can be effectively applied for prescribing exercise intensity in this particular group of patients.

INTRODUÇÃO: O excesso de peso e a doença renal crônica (DRC) estão associados à baixa capacidade cardiorrespiratória (CR) e funcional (CF). Já foi observado que o treinamento aeróbico (TA) melhora a CR e CF. Métodos indiretos e subjetivos são comumente empregados para a prescrição da intensidade do TA. O limiar ventilatório (LV) é um método direto e objetivo que permite prescrever a intensidade do TA de acordo com a capacidade física do paciente. OBJETIVOS: Avaliar o impacto do TA com base na intensidade do LV sobre a CR e CF de pacientes com excesso de peso e portadores de DRC na fase não dialítica. MÉTODOS: Dez pacientes (oito homens; 49 ± 10,1 anos, IMC 30,4 ± 3,5 kg/m² , depuração de creatinina 39,4 ± 9,8 mL/min/1,73m²) foram submetidos à TA 3 vezes por semana durante 12 semanas. CR (ergoespirometria), CF e parâmetros clínicos foram avaliados. RESULTADOS: O TA promoveu aumento de 20% no consumo pico de O2 (VO2PICO), 16% na velocidade alcançada no VO2PICO e melhora em 9,2% na caminhada de seis minutos, 20,3% na marcha estacionária, 35,7% no sentar e levantar, 16,3% na resistência muscular de membro superior e 15,3% no tempo de ir e voltar. A pressão arterial diminuiu sem modificação nos anti-hipertensivos, no peso ou no consumo de sódio. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que o TA baseado na intensidade do LV melhora a CR, CF e pressão arterial de pacientes portadores de DRC com excesso de peso. Isso sugere que o TA baseado na intensidade LV é eficaz e pode ser empregado com segurança nesses pacientes.
Assunto Chronic Kidney Disease
Obesity
Exercise
Exercise Therapy
Doença Renal Crônica
Obesidade
Exercício
Terapia por Exercício
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data 2012-06-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Nefrologia. Sociedade Brasileira de Nefrologia, v. 34, n. 2, p. 139-147, 2012.
ISSN 0101-2800 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Nefrologia
Extensão 139-147
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002012000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0101-28002012000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7101

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0101-28002012000200006.pdf
Tamanho: 322.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)