Oncoplastic approach in the conservative treatment of breast cancer: analysis of costs

Oncoplastic approach in the conservative treatment of breast cancer: analysis of costs

Título alternativo Abordagem oncoplástica no tratamento conservador do câncer mamário: análise de custos
Autor Lima, Débora Eleotério De Google Scholar
Veiga Filho, Joel Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro, Leda Marques Google Scholar
Morais, Thiago Bezerra De Google Scholar
Rocha, Luiz Roberto Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Juliano, Yara Google Scholar
Veiga, Daniela Francescato Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição UNIVÁS Plastic Surgery Division
UNIVÁS Mastology Division
UNIVÁS Hospital das Clínicas Samuel Libânio Plastic Surgery Division
UNIVÁS School of Administration
UNIVÁS Bioestatistics Division
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To analyze the direct costs of conservative surgical treatment of breast cancer, performed in a university hospital, to the Brazilian National Health Care Public System (SUS), checking the impact of the oncoplastic approach on these costs. METHODS: One hundred thirty eight breast cancer patients who had undergone conservative treatment with oncoplastic approach (n=36) or not (control group, n=102), in the period from 2005 to 2010, were enrolled. Sociodemographic and clinical data were recorded. The direct costs of the surgical procedure were obtained and analyzed. RESULTS: Groups did not differ in regard to age (p=0.963), and patients in oncoplastic group had a longer time of hospital stay (p=0.000). The median direct cost for the oncoplastic group was R$461.00 and for the control group was R$229.00 (p=0.000). CONCLUSION: The oncoplastic approach has generated higher direct costs in conservative surgical treatment of breast cancer to SUS.

OBJETIVO: Analisar os custos diretos do tratamento cirúrgico conservador do câncer mamário, realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em um hospital universitário, verificando o impacto da abordagem oncoplástica sobre estes custos. MÉTODOS: Foram incluídas 138 pacientes submetidas ao tratamento conservador do câncer mamário pelo SUS, com abordagem oncoplástica (n=36) ou não (grupo controle, n=102), no período de 2005 a 2010. Foram registrados dados sócio-demográficos e da operação. Os custos diretos do procedimento cirúrgico foram obtidos e analisados. RESULTADOS: Não houve diferença entre os grupos quanto à idade (p=0.963), e o tempo de internação hospitalar foi maior no grupo oncoplástica (p=0,000). A mediana dos custos diretos do grupo oncoplástica foi de R$461,00 e do grupo controle foi de R$229,00 (p=0,000). CONCLUSÃO: A abordagem oncoplástica gerou custos diretos maiores para o tratamento cirúrgico conservador do câncer mamário pelo SUS.
Palavra-chave Breast Neoplasms
Mastectomy, Segmental
Surgery, Plastic
Surgical Flaps
Health Care Costs
Neoplasias da Mama
Mastectomia Segmentar
Cirurgia Plástica
Retalhos Cirúrgicos
Custos de Cuidados de Saúde
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-05-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 27, n. 5, p. 311-314, 2012.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 311-314
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502012000500006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502012000500006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7094

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502012000500006.pdf
Tamanho: 679.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta