O impacto da Lei Seca sobre o beber e dirigir em Belo Horizonte/MG

O impacto da Lei Seca sobre o beber e dirigir em Belo Horizonte/MG

Título alternativo The Impact of Prohibition on drinking and driving in Belo Horizonte in the State of Minas Gerais
Autor Salgado, Rogério de Souza Google Scholar
Campos, Valdir Ribeiro Google Scholar
Duailibi, Sérgio Autor UNIFESP Google Scholar
Laranjeira, Ronaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Associação Brasileira Comunitária para Prevenção do Abuso de Drogas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The scope of this paper is to present comparative data on drinking and driving behavior among drivers in Belo Horizonte in the State of Minas Gerais, in the period from 2005 to 2009, evaluating the impact of Law No. 11.705 (Prohibition), dated June 6, 2008. Data regarding prevalence of this behavior, collected at Sobriety Checkpoints (internationally used methodology) were analyzed using representative samples obtained from drivers on different public roads with intensive traffic in Belo Horizonte (2005-2009), thus permitting analysis of the impact of the new law. In 2008, the data showed a reduction of approximately 50% in the prevalence of individuals driving with any level of alcohol in the blood, when compared to 2007, after the change in legislation. This study showed that the impact caused by Law No.11.705 was marked in the sense of modifying the behavior under scrutiny. However, other control measures need to be added to the current legislation, in order to obtain a continuous reduction of drinking and driving behavior, thereby fostering a culture of sobriety on the road.

O objetivo do presente trabalho é apresentar dados, de estudo comparativo, sobre a conduta de beber e dirigir na cidade de Belo Horizonte, no período de 2005 a 2009, avaliando o impacto da Lei 11.705, a Lei Seca, de 20 de junho de 2008. Para tanto, dados de prevalência desta conduta, coletados em postos de fiscalização da sobriedade (Sobriety Checkpoints) - metodologia internacionalmente utilizada -, foram analisados a partir de amostras representativas de motoristas abordados em vias públicas de tráfego intenso dessa capital, permitindo a avaliação do impacto da nova Lei. Os resultados da análise destes dados apontaram para uma redução de cerca de 50% na prevalência de condutores dirigindo com algum nível de álcool no sangue, em 2008, quando comparados a 2007, o que coincide com a mudança na legislação. O estudo permitiu determinar que o impacto da Lei 11.705/2008 foi bastante expressivo, no sentido de modificar a conduta estudada. Entretanto, outras medidas de controle devem somar-se à mudança na legislação, para que seja buscada uma contínua redução na incidência do beber e dirigir, favorecendo, assim, uma cultura de sobriedade no trânsito.
Palavra-chave Consumption of alcoholic beverages
Vehicle driving
Accident prevention
Traffic accidents
Public policies
Consumo de bebidas alcoólicas
Condução de veículo
Prevenção de acidentes
Acidentes de trânsito
Políticas públicas
Idioma Português
Data de publicação 2012-04-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 17, n. 4, p. 971-976, 2012.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 971-976
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000400019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000303201800019
SciELO S1413-81232012000400019 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7074

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232012000400019.pdf
Tamanho: 157.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta