Zumbido em indivíduos sem perda auditiva e sua relação com a disfunção temporomandibular

Zumbido em indivíduos sem perda auditiva e sua relação com a disfunção temporomandibular

Título alternativo Tinnitus in individuals without hearing loss and its relationship with temporomandibular dysfunction
Autor Morais, Aline Albuquerque Google Scholar
Gil, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Research has shown that dysfunction of the temporomandibular joint is often associated with tinnitus. AIM: to characterize tinnitus in individuals with normal hearing and search for a possible relationship with Temporomandibular Disorders (TMD). Study design: prospective and cross-sectional. MATERIALS AND METHODS: the participants included 20 adults of both genders with tinnitus and normal hearing thresholds on audiometry. We studied tinnitus psychoacoustic characteristics and employed the checklist of TMD signs and symptoms from the Tinnitus Handicap Inventory (THI). RESULTS: the high pitch, continuous and bilateral tinnitus was the most frequent. Upon acuphenometry, the average tinnitus pitch reported by the subjects was 8.6 kHz and the average loudness was 14.1 dBSL. The degree of discomfort caused by tinnitus was mild. We observed that the higher the pitch, the lower was the loudness and the higher was the THI score. We found that 90% of the patients had at least one TMD sign or symptom. CONCLUSIONS: the most common was the high pitch, continuous and bilateral tinnitus; 90% of patients had at least one sign or symptom of TMD and there was no correlation between the tinnitus and acuphenometry, THI and the TMD checklist.

Pesquisas apontam que disfunções da articulação temporomandibular estão freqüentemente associadas ao zumbido. OBJETIVO: caracterizar o zumbido de indivíduos com audição normal e buscar possível relação com a Disfunção Temporomandibular (DTM). Forma do estudo: prospectivo tranversal. MATERIAL E MÉTODO: participaram 20 adultos de ambos os sexos com queixa de zumbido e limiares auditivos dentro da normalidade à audiometria convencional. Foi realizada a pesquisa das características psicoacústicas do zumbido, aplicação do checklist de sinais e sintomas de DTM e aplicação do Tinnitus Handicap Inventory (THI). RESULTADOS: o zumbido de pitch agudo, contínuo e bilateral foi o mais freqüente. À acufenometria, o pitch médio do zumbido referido pelos indivíduos foi de 8,6 kHz e a loudness média foi de 14,1 dBNS. O grau do incômodo causado pelo zumbido foi leve. Observou-se que quanto mais agudo o pitch, menor foi a loudness e maior a pontuação no THI. Verificou-se que 90% dos indivíduos apresentaram pelo menos um sinal ou sintoma de DTM. CONCLUSÕES: o tipo de zumbido mais frequente é o de pitch agudo, contínuo e bilateral, 90% dos indivíduos apresentaram pelo menos um sinal ou sintoma de DTM e não há correlação do zumbido com a acufenometria, THI e checklist para DTM.
Palavra-chave hearing
temporomandibular joint dysfunction syndrome
tinnitus
zumbido
audição
transtornos da articulação temporomandibular
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2012-04-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 78, n. 2, p. 59-65, 2012.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 59-65
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942012000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000302843100010
SciELO S1808-86942012000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7064

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1808-86942012000200010-en.pdf
Tamanho: 289.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1808-86942012000200010-pt.pdf
Tamanho: 308.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta