Effect of N-acetylcysteine in liver ischemia-reperfusion injury after 30% hepatectomy in mice

Effect of N-acetylcysteine in liver ischemia-reperfusion injury after 30% hepatectomy in mice

Título alternativo Efeito da N-acetilcisteína na lesão hepática por isquemia e reperfusão após 30% de hepatectomia em camundongos
Autor Lee, Edwin Jin Su Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Sônia Maria da Autor UNIFESP Google Scholar
Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Montero, Edna Frasson de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo PURPOSE: Evaluate the effect of N-acetylcysteine in liver remnant after hepatectomy associated to ischemia-reperfusion injury in mice. METHODS: Male adult BALB/c mice, weighing 20-22g were used. Animals were anesthetized with ketamine (70 mg/kg) and xylazine (10 mg/kg); received N-acetylcysteine (150 mg/kg, H-IR-NAC group) or vehicle (H-IR group). Surgical procedures were performed under 10X magnification. Partial hepatectomy (30%) was followed by ischemia-reperfusion injury (30 minutes of ischemia and 60 minutes of reperfusion). Blood sample and liver tissue were removed before animal was euthanized. AST and ALT were evaluated in blood samples and histomorphological analyses were performed in remnant liver. Groups were compared by Mann-Whitney test, and it was considered significant when p<0.05. RESULTS: Biochemical evaluations showed reduced levels of ALT in NAC group (H-IR-NAC=376±127U/l vs H-IR=636±39U/l, p=0.023). AST was similar (p=0.456). H-IR group showed hepatic tissue with preserved architecture, large area of steatosis, vascular congestion and rare mitogenic activity. NAC group showed hepatic tissue with small area of steatosis, vascular congestion and elevated mitogenic activity, evidenced by increased binuclear cells (H-IR-NAC=15.88±0.52 vs H-IR=7.4±0.37, p<0.001). CONCLUSION: N-acetylcysteine promotes enzymatic and morphological protection against hepatectomy and ischemia-reperfusion injury.

OBJETIVO: Investigar se a N-acetilcisteína promove proteção do remanescente hepático após ressecção associada à isquemia e reperfusão do fígado em camundongos. MÉTODOS: Foram utilizados 12 camundongos BALB/c, machos, pesando entre 20-22g. Os animais foram anestesiados com quetamina (70mg/kg) e xilazina (10mg/kg); receberam a N-acetilcisteína (150mg/kg, grupo H-IR-NAC) ou controle (grupo H-IR). Os procedimentos cirúrgicos ocorreram na magnificação de 10X. A lesão por isquemia e reperfusão (30 minutos de isquemia e 60 minutos de reperfusão) foi precedida pela hepatectomia de 30%. Foram utilizados como parâmetro de avaliação: a bioquímica sangüínea (AST e ALT) e a histologia do fígado (coloração de hematoxilina-eosina). Para avaliação estatística empregou-se o teste de Mann-Whitney e o nível de significância foi 5%. RESULTADOS: Na avaliação bioquímica houve redução no nível de ALT no grupo tratado (H-IR-NAC=376±127 U/l vs H-IR=636±39 U/l, p=0,023). AST foi similar (p=0,456). Na histologia, o grupo H-IR apresentou um tecido hepático com arquitetura preservada, com grandes áreas de infiltração gordurosa, presença de congestão vascular e de alguma atividade mitótica; o grupo com a N-acetilcisteína apresentou menor infiltração gordurosa e congestão vascular, maior atividade mitótica, evidenciada pela quantidade elevada de células binucleadas (H-IR-NAC=15,88±0,52 vs H-IR=7,4±0,37, p<0,001). CONCLUSÃO: A N-acetilcisteína promove proteção ao fígado, do ponto de vista morfológico e enzimático, após hepatectomia associada à isquemia e reperfusão.
Palavra-chave Acetylcysteine
Reperfusion Injury
Hepatectomy
Mice
Acetilcisteína
Traumatismo por Reperfusão
Hepatectomia
Camundongos
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-04-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 27, n. 4, p. 346-349, 2012.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 346-349
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502012000400011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000303198700011
SciELO S0102-86502012000400011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7057

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502012000400011.pdf
Tamanho: 333.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta