PEATE automático em recém nascidos de risco: estudo da sensibilidade e especificidade

PEATE automático em recém nascidos de risco: estudo da sensibilidade e especificidade

Título alternativo Automatic ABR in newborns risk: study of sensitivity and specificity
Autor Angrisani, Rosanna Mariangela Giaffredo Autor UNIFESP Google Scholar
Suzuki, Márcia Rumi Autor UNIFESP Google Scholar
Pifaia, Gustavo Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Testa, Jose Ricardo Gurgel Autor UNIFESP Google Scholar
Sousa, Elaine Colombo Autor UNIFESP Google Scholar
Gil, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Azevedo, Marisa Frasson de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to study the sensitivity and specificity of automatic ABR in comparison to diagnostic ABR of newborns under risk in a neonatal hearing screening program. METHOD: one hundred and eighty six neonates were evaluated, 83 born at term and 103 were pre terms, 88 male and 98 female gender. Evaluation procedures consisted of transient otoacoustic emissions(TOAEs), A-ABR and diagnostic ABR carried out in the same week. RESULTS: from the 186 evaluated newborns, 156 (83.9%) showed normal hearing. Conductive hearing loss was verified in nine neonates (4.8%), seven bilateral and two unilateral. Cochlear hearing loss was observed in five neonates (2.7%), one unilateral and four bilateral. Central evidences were observed in eleven neonates (5.9%) and one neonate was diagnosed with auditory neuropathy spectrum disorder (0,5%). In four cases, we found a maturational delay in the first evaluation with normal result within one month. In the comparison of A-ABR with diagnostic ABR, high sensitivity rates were observed (99% and higher) in the identification of cochlear, conductive, central and auditory neuropathy. Specificity rate of A-ABR was 100% for auditory neuropathy, 75% for right ear and 60% for left ear cochlear hearing losses and 54.5% for right ear and 63.6% for the left ear central abnormalities. For conductive hearing losses, specificity was low (lower than 43%). CONCLUSION: A-ABR was efficient in the identification of auditory neuropathies with high sensitivity and specificity rates. However, false negative responses were observed in the group diagnosed with cochlear and conductive hearing losses, central abnormalities and maturational delay.

OBJETIVO: verificar a sensibilidade e especificidade do teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento automático (PEATEa), comparando-o ao teste de potencial evocado auditivo de tronco encefálico em equipamento diagnóstico (PEATE) em um programa de triagem auditiva neonatal em neonatos de risco. MÉTODO: foram avaliados 186 neonatos, 83 nascidos a termo e 103 pré-termo, sendo 88 do sexo masculino e 98 feminino. A triagem constou de emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes (EOAT), PEATEa e ao PEATE na mesma semana. RESULTADOS: dos 186 neonatos avaliados, 156 (83,9%) apresentaram audição normal. A perda condutiva foi encontrada em 9 neonatos (4,8%),sendo 7 bilaterais e 2 unilaterais. A perda auditiva coclear foi observada em 5 neonatos (2,7%) sendo um unilateral. Alteração central foi obtida em 11 neonatos (5,9%) e um neonato foi diagnosticado como espectro da neuropatia auditiva -ENA(0,5%).Em 4 casos houve atraso maturacional na avaliação inicial com normalização das respostas no mês seguinte Comparando-se os resultados do PEATEa com o PEATE, observou-se alta sensibilidade ( superior a 99%) para identificação de perda coclear,condutiva, central, atraso maturacional e ENA .A especificidade do PEATEa foi de 100% para ENA, mediana para perda coclear (75% na OD e 60% na OE), e para alterações centrais (54,5%OD e 63,6% OE). Para identificação de perdas condutivas (inferior a 43%). CONCLUSÃO: o PEATEa foi eficaz na identificação das neuropatias auditivas com elevada especificidade e sensibilidade. Contudo, falsos negativos foram observados para perdas cocleares, condutivas, para alterações centrais e atraso maturacional.
Palavra-chave Newborn
Neonatal Screening
Evoked Potentials
Auditory
Hearing Loss
Recém-nascido
Triagem Neonatal
Potenciais Evocados Auditivos
Perda Auditiva
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2012-04-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 14, n. 2, p. 223-233, 2012.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 223-233
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000065
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462012000200005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7032

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462012000200005.pdf
Tamanho: 375.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta