Resultados clínicos de um ano do registro POLAR (Promus eluting stent registry in Latin America)

Resultados clínicos de um ano do registro POLAR (Promus eluting stent registry in Latin America)

Título alternativo POLAR registry (Promus eluting stent registry in Latin America ):1 year follow-up results
Autor Souza, Cristiano Freitas de Autor UNIFESP Google Scholar
Costa Jr., J. Ribamar Google Scholar
Abizaid, Andrea Google Scholar
Ferreira, Esmeralci Google Scholar
Perin, Marco Antonio Google Scholar
Barbosa, Flávio Passos Google Scholar
Mangione, José Armando Google Scholar
Costantini, Costantino R. Google Scholar
Arruda, José Airton de Google Scholar
Salvadori Jr., Décio Google Scholar
Serpa, Renato Giestas Google Scholar
Sarmento-Leite, Rogério Google Scholar
Abizaid, Alexandre Antonio Cunha Autor UNIFESP Google Scholar
Feres, Fausto Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia
Status Cor
Hospital Israelita Albert Einstein
ENCORE Hospital Lúcio Rebelo
Real e Benemérita Associação Portuguesa de Beneficência
Hospital Cardiológico Costantini
Hemodinâmica Meridional Intercath Meridional
Instituto de Cardiologia do Espírito Santo
Fundação Universitária de Cardiologia Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul
Resumo BACKGROUND: Drug-eluting stents have been used since 2002 in different patient populations aiming to achieve high success rates with low clinical and angiographic restenosis rates. With the late thrombosis adverse events associated to the first generation sirolimus and paclitaxel-eluting stents, second-generation everolimus and zotarolimus-eluting stents has been recently developed. METHODS: The POLAR registry is a prospective, non-randomized, multicenter study, which included 988 patients, totaling 1,362 lesions treated with the everolimus-eluting stent Promus®. In order to represent the clinical practice, almost all subtypes of patients and lesions were included in this registry. Clinical follow-up was planned to be performed 1, 6, 12 and 24 months after the procedure. RESULTS: Most patients were male (69.8%), with mean age of 64.9 ± 9.4 years, 35.2% were diabetics and 55% had been treated for acute coronary syndrome. Vessel diameter was 2.95 ± 0.43 mm and lesion extension was 20.5 ± 5.6 mm. A total of 1.14 ± 0.38 stent/patient were implanted and the procedural success rate was 96.6%. Major adverse cardiac events occurred in 4.5% of patients, and stent thrombosis was observed in 5 patients (0.5%) after a clinical follow-up of 12 months. CONCLUSIONS: The present registry suggests that everolimus-eluting stents are safe and effective in daily clinical practice patients, with a low rate of major adverse cardiac events at the end of the first year of follow-up.

INTRODUÇÃO: Desde 2002, os stents farmacológicos são utilizados em diversas populações de pacientes objetivando alcançar elevados índices de sucesso, com baixas taxas de reestenose angiográfica e clínica. Com os resultados adversos em relação à trombose tardia associados aos stents farmacológicos de primeira geração eluidores de sirolimus e paclitaxel, surgiram recentemente os stents farmacológicos de segunda geração eluidores de zotarolimus e everolimus. MÉTODOS: O registro POLAR é um registro prospectivo, não-randomizado, multicêntrico, que incluiu 988 pacientes totalizando 1.362 lesões tratadas com o stent Promus®. Objetivando representar a prática clínica, praticamente todos os subtipos de pacientes e lesões foram incluídos neste registro. O seguimento clínico foi planejado para ser realizado 1 mês, 6 meses, 12 meses e 24 meses após o procedimento. RESULTADOS: A maioria dos pacientes era do sexo masculino (69,8%), com média de idade de 64,9 ± 9,4 anos, 35,2% eram diabéticos e 55% tinham sido tratados na vigência de síndrome coronária aguda. O diâmetro do vaso foi de 2,95 ± 0,43 mm e a extensão da lesão, de 20,5 ± 5,6 mm. Foi implantado 1,14 ± 0,38 stent/paciente e o sucesso do procedimento foi alcançado em 96,6% dos casos. Eventos cardíacos adversos maiores ocorreram em 4,1% dos pacientes, e trombose de stent esteve presente em 5 pacientes (0,5%) após o seguimento clínico de 12 meses. CONCLUSÕES: O presente registro sugere que os stents farmacológicos eluidores de everolimus são seguros e eficazes em pacientes da prática clínica diária, com baixas taxas de eventos cardíacos adversos maiores ao término do primeiro ano de seguimento.
Palavra-chave Drug-eluting stents
Coronary restenosis
Coronary thrombosis
Stents farmacológicos
Reestenose coronária
Trombose coronária
Idioma Português
Data de publicação 2012-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Cardiologia Invasiva. Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI, v. 20, n. 1, p. 29-34, 2012.
ISSN 2179-8397 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI
Extensão 29-34
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2179-83972012000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2179-83972012000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7026

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2179-83972012000100007.pdf
Tamanho: 560.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta