Tabagismo não limita o incremento da força muscular respiratória em pacientes submetidos ao treinamento muscular inspiratório pré-esofagectomia

Tabagismo não limita o incremento da força muscular respiratória em pacientes submetidos ao treinamento muscular inspiratório pré-esofagectomia

Título alternativo Smoking doesn't limit the increase in respiratory muscle strength in patients undergoing pre-inspiratory muscle training esophagectomy
Autor Ramos, Marisa De Carvalho Google Scholar
Agrelli, Taciana Freitas Google Scholar
Carneiro, Élida Mara Autor UNIFESP Google Scholar
Crema, Eduardo Google Scholar
Instituição UFTM
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A program of muscular respiratory training to smoker patients in pre-operatory ambulatory can improve the muscle strength and the functional respiratory capacity, avoiding complications which increase the hospitalization period of the patient. The aim of this work was to evaluate the effectiveness of the inspiratory muscle training in smoker and non-smoker patients who would be submitted to a megaesophagus surgery. Seventeen patients were studied, divided into two groups: smoker (GT), composed of 10 patients (58.82%), and the non-smoker (GNT), with 7 patients (41.18%). Data analysis comparing the two groups was expressed as follows: the values of age and anthropometric measurements were compared by Student's t-test and the values of Maximal Inspiratory Pressure (MIP) and Maximal Expiratory Pressure (MEP) were compared by the paired Student's t-test. Data were expressed as mean±standard deviation when checked to normal. Differences were considered statistically significant if p<0.05. Level of significance adopted was p=0.05. Considering the comparative analysis, it was observed a significant increase of Maximal Inspiratory Pressure MIP after the 4 weeks of inspiratory muscle training (IMT), as follows: MIP in GT from -57.20±18.76 to -79.00±15.38 and in GNT from -52.00±18.76 to -72.66±19.33. The prophylactic therapy in the preoperative outpatient provides a significant increase in inspiratory muscle strength in both groups, as evidenced by the increase in MIP with consequent improvement in ventilatory capacity.

Um programa de treinamento muscular respiratório (TMR) para pacientes tabagistas no pré-operatório ambulatorial pode melhorar a força muscular e a capacidade funcional respiratória, evitando complicações que aumentem a permanência do paciente no hospital. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia do treinamento muscular inspiratório (TMI) em pacientes tabagistas e não tabagistas que seriam submetidos à cirurgia do megaesôfago. Foram estudados 17 pessoas, divididas em dois grupos: o tabagista (GT), composto por 10 pacientes (58,82%), e o não tabagista (GNT), com 7 pacientes (41,18%). A análise dos dados relacionando os dois foi expressa da seguinte forma: os valores de idade e as medidas antropométricas foram comparadas pelo teste t de Student e os valores da pressão inspiratória máxima (PImáx) e da pressão expiratória máxima (PEmáx) pelo teste t de Student pareado. Os dados foram expressos em média±desvio-padrão quando verificada a normalidade. Consideraram-se diferenças estatisticamente significativas se p<0,05. Na análise comparativa, observou-se aumento significativo da PImáx após as 4 semanas do TMI, como se segue: PImáx no GT de -57,20±18,76 para -79,00±15,38 e no GNT de -52,00±18,76 para -72,66±19,33. A fisioterapia profilática no pré-operatório ambulatorial proporcionou aumento significativo na força dos músculos inspiratórios em ambos os grupos, evidenciada pelo acréscimo na PImáx com consequente melhora da capacidade ventilatória.
Palavra-chave physical therapy specialty
esophagectomy
smoking
fisioterapia
esofagectomia
tabagismo
Idioma Português
Data de publicação 2012-03-01
Publicado em Fisioterapia e Pesquisa. Universidade de São Paulo, v. 19, n. 1, p. 63-67, 2012.
ISSN 1809-2950 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade de São Paulo
Extensão 63-67
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1809-29502012000100012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1809-29502012000100012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7014

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1809-29502012000100012.pdf
Tamanho: 266.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta