Adenocarcinoma da vesícula biliar: avaliação dos fatores prognósticos em 100 casos ressecados no Brasil

Adenocarcinoma da vesícula biliar: avaliação dos fatores prognósticos em 100 casos ressecados no Brasil

Título alternativo Gallbladder adenocarcinoma: evaluation of the prognostic factors in 100 resectable cases in Brazil
Autor Pais-costa, Sergio Renato Autor UNIFESP Google Scholar
Farah, José Francisco De Matos Autor UNIFESP Google Scholar
Artigiani Neto, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Franco, Maria Isete Fares Autor UNIFESP Google Scholar
Martins, Sandro José Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição HSPE FMO Hospital Francisco Morato de Oliveira
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: In spite its relative rarity, gallbladder adenocarcinoma is a neoplasm who presents an aggressive biologic behavior. The single curative treatment has been radical surgical resection with free margin. Prognostic factors has been studied because are very important to identify long-term survival patients which may benefit of aggressive surgical resection. AIM: To evaluate long-term prognostic predictors from gallbladder cancer. METHODS: The medical records of all patients that presented confirmed histological diagnosis of gallbladder adenocarcinoma operated over a 14 year period were identified and retrospectively reviewed. Uni and multivariate analysis was done. RESULTS: Total sample was 100 patients. Median age was 71 years (34 to 93). There were 17 men and 83 women. Lesion distribution according to TNM stage system was: I (n=22), II (n=59), III (n=6), IV (n=4) and unknown (n=9). Fifty two patients underwent radical resection (R0) while 48 to palliative surgery (R1-R2). Overall major morbidity was 14%, while postoperative surgical mortality rate (30th postoperative day) was 12 %. Five-year survival rate was 28% while median of survival was 10 months. Multivariate analysis identified six prognostic factors: T stage, serum level of CA 19.9, gallbladder perforation, lymphatic embolization, surgical historical cohort (after 2002) and hilar lymphadenectomy. CONCLUSION: Prognostic factors were: T stage, serum level of CA 19.9, gallbladder perforation, lymphatic embolization, surgical historical cohort and hilar lymphadenectomy.

RACIONAL: A despeito da sua relativa raridade, o adenocarcinoma de vesícula biliar é neoplasia que apresenta comportamento biológico agressivo. O único tratamento curativo tem sido a ressecção cirúrgica radical com margem livre. Fatores prognósticos têm sido estudados por serem importantes para identificar pacientes que podem se beneficiar de ressecção cirúrgica agressiva. OBJETIVO: Avaliar preditores prognósticos em longo prazo de pacientes com câncer da vesícula biliar. MÉTODOS: Foram identificados e retrospectivamente revisados os prontuários médicos de todos os doentes submetidos a tratamento cirúrgico que apresentavam diagnóstico histológico confirmado de adenocarcinoma de vesícula biliar durante período de 14 anos. Os dados foram submetidos à análise estatística uni e multivariada. RESULTADOS: A amostra total foi de 100 doentes. A mediana de idade foi de 71 anos (34 a 93). Houve 17 mulheres e 83 homens. A distribuição das lesões de acordo com o sistema de estadiamento TNM foi: I (n=22), II (n=59), III (n=6), IV (n=4) e desconhecido (n=9). Cinquenta e dois doentes foram submetidos à ressecção radical (R0) enquanto 48 à cirurgia paliativa (R1-R2). A morbidade global foi de 14% enquanto que a mortalidade pós-operatória (até 30º dia do pós-operatório) foi de 12 %. A taxa de sobrevida em cinco anos foi de 28% enquanto a mediana de sobrevida foi de 10 meses. A análise multivariada identificou seis fatores prognósticos: estádio T, nível sérico de CA 19.9, perfuração da vesícula biliar, embolização linfática, coorte cirúrgico histórico e linfadenectomia hilar. CONCLUSÃO: O tratamento do câncer de vesícula biliar apresenta alta morbimortalidade. Os fatores prognósticos foram: estádio T, nível sérico de CA 19.9, perfuração da vesícula biliar, embolização linfática, coorte cirúrgico histórico e linfadenectomia hilar.
Palavra-chave Gallbladder neoplasms
Adenocarcinoma
Hepatectomy
Neoplasia da vesícula biliar
Adenocarcinoma
Hepatectomia
Idioma Português
Data de publicação 2012-03-01
Publicado em ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo). Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, v. 25, n. 1, p. 13-19, 2012.
ISSN 0102-6720 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Extensão 13-19
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202012000100004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-67202012000100004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7009

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-67202012000100004.pdf
Tamanho: 451.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta