Low family support perception: a 'social marker' of substance dependence?

Low family support perception: a 'social marker' of substance dependence?

Título alternativo A baixa percepção de suporte familiar pode ser um marcador social da dependência de substâncias?
Autor Lemos, Valdir de Aquino Autor UNIFESP Google Scholar
Antunes, Hanna Karen Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Baptista, Makilim Nunes Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Souza-Formigoni, Maria Lucia Oliveira de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Centro de Estudos em Psicobiologia e Exercício
Universidade São Francisco Psychology Post-Graduation Program
Resumo OBJECTIVE: Simultaneously assess the relationship between the family support perception and the intensity of hopelessness, depression, and anxiety symptoms in alcohol or drug dependent (AOD) patients and in non-AOD dependent control group (CON). METHOD: 60 patients who met the DSM-IV criteria for AOD dependence and 65 individuals with similar profile, but not dependent on AOD completed the Family Support Perception Inventory (FSPI), Beck Depression Inventory (BDI), Beck Anxiety Inventory (BAI), and Beck Hopelessness Scale (BHS). RESULTS: Logistic regression analysis indicated that high scores in family autonomy (OR = 0.08), and low scores in hopelessness (OR = 0.64) were negatively correlated with AOD dependence. Individuals with high scores in BAI had higher probability (OR = 1.22) of belonging to the AOD group, as well as those who reported previous psychiatric treatment (OR = 68.91). Only in the AOD group the total FSPI scores presented significant correlation with depression, anxiety, and hopelessness. CONCLUSIONS: Individuals with AOD dependence and low scores of family support perception also presented high scores of depression, anxiety, and hopelessness, suggesting that FSPI scores could be a useful 'social marker' of AOD dependence with psychiatric comorbidities. These data also reinforce the relevance of evaluating family support in AOD treatment planning.

OBJETIVO: Estudar as relações entre a percepção do suporte familiar e sintomas de desesperança, depressão e ansiedade em pacientes dependentes de álcool ou drogas (AOD) e um grupo-controle (CON). MÉTODO: Sessenta pacientes que preencheram critérios do DSM-IV para dependência de AOD e um grupo-controle com 65 indivíduos com perfil similar, mas não dependentes de AOD preencheram o inventário de Percepção de Suporte Familiar (IPSF), o Inventário de Depressão de Beck (BDI), o Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e a Escala de Desesperança de Beck (BHS). RESULTADOS: Segundo a análise de regressão logística, altos escores de autonomia familiar (OR = 0,08) e baixos escores de desesperança (OR = 0,64) correlacionaram-se negativamente com ser dependente de AOD. Pessoas com altos escores no BAI apresentaram maior chance (OR = 1,22) de pertencer ao grupo AOD, assim como as que relataram já terem sido submetidas a tratamento psiquiátrico (OR = 68,91). Somente no grupo AOD os escores totais no IPSF se correlacionaram significativamente com sintomas de depressão, ansiedade e desesperança. CONCLUSÕES: Dependentes de AOD com baixa percepção de suporte familiar apresentaram também altos escores de depressão, ansiedade e desesperança, sugerindo que o IPSF poderia ser um útil marcador social da dependência de AOD associada a comorbidades psiquiátricas. Os dados reforçam a relevância de avaliar o suporte familiar no planejamento de tratamento para dependência de AOD.
Palavra-chave Beck Depression Inventory
Beck Anxiety Inventory
Beck Hopelessness Scale
Family Support Perception Inventory
Substance Abuse
Inventário de Depressão de Beck
Inventário de Ansiedade de Beck
Escala de Desesperança de Beck
Inventário de Percepção de Suporte Familiar
Abuso de Substâncias
Idioma Inglês
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2012-03-01
Publicado em LEMOS, Valdir de Aquino et al . Low family support perception: a 'social marker' of substance dependence?. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo , v. 34, n. 1, p. 52-59, mar. 2012
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 52-59
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462012000100010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000301120200010
SciELO S1516-44462012000100010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6999

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462012000100010.pdf
Tamanho: 545.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta