Evaluation of quality of life in severely obese patients after bariatric surgery carried out in the public healthcare system

Evaluation of quality of life in severely obese patients after bariatric surgery carried out in the public healthcare system

Título alternativo Avaliação da qualidade de vida de pacientes com obesidade grave submetidos à cirurgia bariátrica em um sistema público de saúde
Autor Khawali, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Zanella, Maria Teresa Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo OBJECTIVES: To assess QoL of obese patients in the Brazilian public healthcare system, before and after bariatric surgery, and to determine the appropriateness of the Moorehead-Ardelt Questionnaire II (M-A-QoLQII) compared with the Short-Form Health Survey (SF-36). SUBJECTS AND METHODS: Forty-one severe obese patients in a waiting-list, and 84 patients who underwent bariatric surgery were included. Correlations were tested and reliability determined by the Cronbach's coefficient. RESULTS: BMI differed between the pre- and post-surgery groups (52.3 ± 8.3 kg/m² vs. 32.5 ± 6.4 kg/m², p < 0.001). The latter showed better scores in the SF-36 domains than in the pre-surgery. SF-36 and M-A-QoLQII categories were correlated (r = 0.53, 0.49 and 0.47, for vitality, mental health, and general health domains, p < 0.001). In the logistic regression, age, previous BMI, and loss of excess weight were associated with functional capacity. CONCLUSIONS: The outcomes of bariatric surgery obtained in a Brazilian public healthcare center were successful. M-A-QoLII represents a useful tool to assess surgery outcomes, including QoL.

OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida de pacientes obesos do sistema público de saúde brasileiro antes e após cirurgia bariátrica e a adequação do questionário Moorehead-Ardelt II (M-A-QoLQII) em relação ao SF-36. SUJEITOS E MÉTODOS: Quarenta e um pacientes obesos graves em lista de espera e 84 submetidos à cirurgia bariátrica foram incluídos. Correlações foram testadas e confiabilidade determinada pelo coeficiente de Cronbach. RESULTADOS: O IMC diferiu entre os grupos pré- e pós-cirurgia (52,3 ± 8,3 kg/m² vs. 32,5 ± 6,4 kg/m², p < 0,001). O último apresentou melhores escores nos domínios do SF-36 que o pré-cirurgia. As categorias do SF-36 e M-A-QoLQII se correlacionaram (r = 0,53; 0,49; 0,47 para vitalidade, saúde mental e saúde geral, p 0,001). Na regressão logística, idade, IMC prévio e excesso de peso perdido associaram-se independentemente à capacidade funcional. CONCLUSÕES: Resultados da cirurgia bariátrica em centro de saúde público brasileiro foram promissores. O M-A-QoLQII representa ferramenta útil para avaliar seus resultados, inclusive a QV.
Palavra-chave Severe obesity
quality of life
assessment
bariatric surgery
public health system
Obesidade grave
qualidade de vida
avaliação
cirurgia bariátrica
sistema público de saúde
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-02-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 56, n. 1, p. 33-38, 2012.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 33-38
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302012000100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000301636400006
SciELO S0004-27302012000100006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6949

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302012000100006.pdf
Tamanho: 1.718MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta