Tradução e adaptação cultural para o português do Brasil do western ontario shoulder instability index (WOSI)

Tradução e adaptação cultural para o português do Brasil do western ontario shoulder instability index (WOSI)

Título alternativo Translation and cultural adaptation to Brazilian portuguese of the western ontario shoulder instability index (WOSI)
Autor Barbosa, Gisele Autor UNIFESP Google Scholar
Leme, Lígia Autor UNIFESP Google Scholar
Saccol, Michele Forgiarini Autor UNIFESP Google Scholar
Pocchini, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Ejnisman, Benno Autor UNIFESP Google Scholar
Griffin, Sharon Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
University of Western
Resumo INTRODUCTION: Shoulder instability is a common problem that usually affects patients on their second or third decade of life and athletes who practice throwing or contact sports. Its consequences are pain, decrease of activity level and general decrease in the quality of life. Many treatments have been used to the different types of instability; however, there are few instruments of evaluation that prove their efficacy. In order to apply evaluation measures in health used and developed for another idiom, it is necessary to do the transcultural equivalency, being unnecessary the creation and validation of another instrument that evaluates the condition under interest. The objective of this study was to do the translation and cultural adaptation of the WOSI scale (The Western Ontario Shoulder Instability Index) to Brazilian Portuguese. Materials and METHODS: The applied protocol consisted of: 1) Preparation, 2) Translation, 3) Back-Translation, 4) Cognitive Interrogatory and 5) Information Report. After the conclusion of the translation and back-translation, the versions were sent to the original WOSI authors who approved the continuation of the study. The Portuguese version was applied in 35 patients with shoulder instability to verify the instrument's level of comprehension. The final Brazilian WOSI version was concluded after reaching less than 15% of no comprehension in each item. To analyze the variables, descriptive statistics was applied. RESULTS: To obtain the cultural equivalency, modifications and terms alterations suggested by the patients for the items no comprehension were done. CONCLUSION: After the translation and cultural adaptation of the scale, the WOSI Portuguese version was accomplished.

INTRODUÇÃO: A instabilidade no ombro é um problema comum que afeta pacientes, mais frequentemente, na segunda e terceira décadas de vida e atletas que participam de esportes de arremesso ou de contato. Entre suas consequências estão dor, decréscimo no nível de atividade e um decréscimo geral na qualidade de vida. Muitos tratamentos têm sido propostos para os diversos tipos de instabilidade; entretanto, existem poucos instrumentos de avaliação que comprovem sua eficácia. Para utilização de medidas de avaliação em saúde desenvolvidas e utilizadas em outro idioma é necessário realizar a equivalência transcultural, sendo desnecessário criar e validar outro instrumento que avalie a condição de interesse. O objetivo deste estudo foi realizar a tradução e a adaptação cultural do questionário WOSI (The Western Ontario Shoulder Instability Index) para a língua portuguesa do Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: O protocolo aplicado consistiu em: 1) preparação, 2) tradução, 3) tradução de volta à língua original (retrotradução), 4) interrogatório cognitivo, e 5) relato de informações. Ao serem concluídas as etapas de tradução e retrotradução, as versões foram enviadas para os autores do WOSI original, que aprovaram para continuação do estudo. A versão em português foi aplicada em 35 pacientes com instabilidade no ombro para verificar o nível de compreensão do instrumento. A versão brasileira final do WOSI foi definida após conseguir menos que 15% de não compreensão em cada item. Para análise das variáveis, foi utilizada estatística descritiva. RESULTADOS: Para obter a equivalência cultural foram realizadas modificações e alterações de termos sugeridas pelos pacientes para os itens não compreendidos. CONCLUSÃO: Após a tradução e adaptação cultural do questionário, a versão em português do WOSI foi concluída.
Palavra-chave instability
questionnaires
translation
quality of life
instabilidade
questionário
tradução
qualidade de vida
Idioma Português
Data de publicação 2012-02-01
Publicado em BARBOSA, Gisele et al . Tradução e adaptação cultural para o português do Brasil do western ontario shoulder instability index (WOSI). Rev Bras Med Esporte, São Paulo , v. 18, n. 1, p. 35-37, fev. 2012
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 35-37
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922012000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000304354000007
SciELO S1517-86922012000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6934

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922012000100007.pdf
Tamanho: 89.08KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1517-86922012000100007-pt.pdf
Tamanho: 102.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta