Aphasia and herpes virus encephalitis: a case study

Aphasia and herpes virus encephalitis: a case study

Título alternativo Afasia e herpes vírus: estudo de caso
Autor Soares-Ishigaki, Ellen Cristina Siqueira Autor UNIFESP Google Scholar
Cera, Maysa Luchesi Autor UNIFESP Google Scholar
Pieri, Alexandre Autor UNIFESP Google Scholar
Ortiz, Karin Zazo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT: Meningoencephalitis early in life, of any etiology, is a risk factor for development of subsequent sequelae, which may be of physical, psychiatric, behavioral or cognitive origin. Anomia is a language abnormality frequently found in such cases, and other language deficits are rarely described. The aim of this study was to describe the cognitive and linguistic manifestations following a case of herpetic meningoencephalitis in a 13-year-old patient with eight years of schooling. CASE REPORT: The patient underwent a speech-language audiology assessment nine months after the neurological diagnosis. The battery of tests included the Montreal-Toulouse Language Assessment test protocol (MT Beta-86, modified), the description from the Cookie Theft task of the Boston Diagnostic Aphasia Examination (BDAE), an informal assessment of the patient's logical and mathematical reasoning, and the neuropsychological subtests from the WAIS-III scale, which assess working memory. The patient presented mixed aphasia, impairment of short-term memory and working memory, and dyscalculia. This case also presented severe cognitive and linguistic deficits. Prompt diagnosis is crucial, in order to enable timely treatment and rehabilitation of this neurological infection and minimize the cognitive deficits caused by the disease.

CONTEXTO: Meningoencefalite em idade precoce, de qualquer etiologia, é fator de risco para o desenvolvimento de sequelas posteriores, que podem ser de origem física, psíquica, comportamental ou cognitiva. Anomia é uma manifestação linguística frequente nesses casos e outras alterações de linguagem raramente são descritas. O objetivo do estudo foi descrever as manifestações linguísticas e cognitivas pós-meningoencefalite herpética de um paciente com 13 anos de idade e oito anos de escolaridade. RELATO DE CASO: O paciente passou por avaliação fonoaudiológica nove meses após o diagnóstico neurológico. A bateria de avaliação incluiu o Protocolo de Avaliação de Linguagem Montreal Toulouse (MT Beta-86 modificado), a descrição da prancha Roubo dos Biscoitos do Teste de Boston para o diagnóstico da afasia, avaliação informal do raciocínio lógico-matemático e os subtestes neuropsicológicos da escala WAIS-III que avaliam a memória de trabalho. O paciente apresentou afasia mista, alteração da memória de curto prazo e da memória de trabalho e discalculia. Apresentou também alterações cognitivas e linguísticas graves. O diagnóstico precoce tem fundamental importância para o tratamento oportuno e a reabilitação dessa infecção neurológica e também para minimizar as alterações cognitivas causadas pela doença.
Palavra-chave Meningoencephalitis
Encephalitis, herpes simplex
Aphasia
Language
Cognition
Adolescent
Meningoencefalite
Encefalite por herpes simples
Afasia
Linguagem
Cognição
Adolescente
Idioma Inglês
Data de publicação 2012-01-01
Publicado em SOARES-ISHIGAKI, Ellen Cristina Siqueira et al . Aphasia and herpes virus encephalitis: a case study. Sao Paulo Med. J., São Paulo , v. 130, n. 5, p. 336-341, 2012
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 336-341
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802012000500011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000311555800011
SciELO S1516-31802012000500011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6918

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802012000500011.pdf
Tamanho: 676.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta