Colonização e translocação bacteriana orofaríngea, gástrica e traqueal em crianças submetidas à ventilação pulmonar mecânica

Colonização e translocação bacteriana orofaríngea, gástrica e traqueal em crianças submetidas à ventilação pulmonar mecânica

Título alternativo Oropharyngeal colonization, and gastric and tracheal bacterial translocation, in children experiencing mechanical ventilation
Colonización y translocación bacteriana orofaríngea, gástrica y traqueal en niños sometidos a ventilación pulmonar mecánica
Autor Kusahara, Denise Miyuki Autor UNIFESP Google Scholar
Canezin, Cristiane Cruz da Silva Google Scholar
Peterlini, Maria Angélica Sorgini Autor UNIFESP Google Scholar
Pedreira, Mavilde da Luz Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Escola Paulista de Enfermagem
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Prefeitura de Guarulhos
Resumo OBJECTIVE: To describe the pattern of oropharyngeal colonization and bacterial translocation, gastric and tracheal, in children experiencing mechanical ventilation. METHODS: This descriptive study was conducted in a pediatric intensive care unit (PICU). Thirty children were recruited for the study, and 216 serial cultures were analyzed from oropharyngeal, gastric and tracheal secretions. Microbiological characteristics, demographic, clinical and treatment data were evaluated. RESULTS: Among those who participated in the gastric suctioning, there was a predominance of children with chronic diseases, for which antibiotics, sedatives and gastric protectors were used. There was an increase in the number of children colonized by pathogens during hospitalization, and there was a predominance of several species: Enterobacter spp, K.pneumoniae, P. aeruginosa, A. baumannii and S. aureus. The majority of children (80.0%) experienced oropharyngeal translocation during hospitalization in the PICU. CONCLUSION: Critically ill children may represent a group of patients at increased risk for colonization and bacterial translocation, predominantly from the oropharyngeal region to the trachea.

OBJETIVO: Describir el patrón de colonización y translocación bacteriana orofaríngea, gástrica y traqueal en niños sometidos a ventilación pulmonar mecánica. MÉTODOS: Estudio descriptivo, realizado en una Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos. Se admitieron en el estudio a 30 niños, siendo analizados 216 cultivos seriados de secreción orofaríngea, gástrica y traqueal. Fueron evaluadas características microbiológicas, demográficas, clínicas, y terapéuticas. RESULTADOS: Hubo predominio de niños portadores de enfermedades crónicas, que hicieron uso de antibióticos, sedantes y protectores gástricos, sometidos a sondaje gástrico. Hubo aumento en el número de niños colonizados por patógenos durante el internamiento y predominio de las especies: Enterobacter spp, K.pneumoniae, P.aeruginosa, A. baumanii y S.aureus. La mayoría de los niños (80,0%) sufrió translocación orofaríngea durante el internamiento en la UCIP. CONCLUSIÓN: los niños críticamente enfermos pueden representar un grupo de pacientes con riesgo aumentado para la colonización y translocación bacteriana con predominio de la región orofaríngea hacia la tráquea.

OBJETIVO: Descrever o padrão de colonização e translocação bacteriana orofaríngea, gástrica e traqueal em crianças submetidas à ventilação pulmonar mecânica. MÉTODOS: Estudo descritivo, realizado em uma Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos. Admitiram-se no estudo 30 crianças, sendo analisadas 216 culturas seriadas de secreção orofaríngea, gástrica e traqueal. Características microbiológicas, demográficas, clínicas, e terapêuticas foram avaliadas. RESULTADOS: Houve predominância de crianças portadoras de doenças crônicas, que fizeram uso de antibióticos, sedativos e protetores gástricos, submetidas à sondagem gástrica. Houve aumento no número de crianças colonizadas por patógenos durante a internação e predomínio das espécies: Enterobacter spp, K.pneumoniae, P.aeruginosa, A. baumanii e S.aureus. A maioria das crianças (80,0%) sofreu translocação orofaríngea durante a internação na UCIP. CONCLUSÃO: Crianças criticamente enfermas podem representar grupo de pacientes com risco aumentado para colonização e translocação bacteriana predominantemente da região orofaríngea para a traquéia.
Palavra-chave Bacterial translocation
Pneumonia, ventilator-associated
Pediatric nursing
Intensive care
Translocação bacteriana
Pneumonia associada à ventilação mecânica
Enfermagem pediátrica
Terapia intensiva
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2012-01-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 25, n. 3, p. 393-400, 2012.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 393-400
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000300012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-21002012000300012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6861

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002012000300012.pdf
Tamanho: 581.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta