O humano no homem: os pressupostos teórico-metodológicos da teoria histórico-cultural

O humano no homem: os pressupostos teórico-metodológicos da teoria histórico-cultural

Título alternativo The human being in the singular man: the historical-cultural approach
Autor Moretti, Vanessa Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Asbahr, Flávia Da Silva Ferreira Google Scholar
Rigon, Algacir José Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Centro Universitário Anhanguera
Universidade de Mogi das Cruzes
Resumo The objective of this theorical article is to present the historical-cultural approach and the theory of the activity to the understanding the constitution of the human being in the singular man. The starting point, to explain the humanization process, is the historical-cultural theory, whose epistemological origin is the dialectical materialism, from the works of Marx. The article, first, presents the central theoretical categories to the explanation of the development and constitution of the human being, such as activity, conscience, necessity, motive, appropriation. Afterwards, it presents the contributions of the theoretical perspective to education, especially to school education. The education is understood as the process of appropriation of the human culture resulted from the human activity on objects and the surrounding world mediated by the communication. Finally, it proposes materialistic dialectical history method as the basis for education research and displays its fundamental principles to the inquiry of the human phenomena constitution.

Esse artigo, de natureza teórica, tem como objetivo apresentar os aportes do enfoque histórico-cultural e da teoria da atividade à compreensão da constituição do humano no homem. O ponto de partida, para explicar o processo de humanização, é a teoria histórico-cultural, cuja origem epistemológica está no materialismo dialético, a partir das obras de Marx. O artigo, primeiramente, apresenta as categorias teóricas centrais à explicação do desenvolvimento e constituição do humano, tais como atividade, consciência, necessidade, motivo, apropriação. Num segundo momento, apresenta as contribuições da perspectiva teórica em foco à educação, especialmente à educação escolar. Entende-se, nesse sentido, a educação como o processo de apropriação da cultura humana resultado da atividade efetiva do homem sobre os objetos e o mundo circundante mediados pela comunicação. Por último, propõe o método materialista histórico dialético como base para a pesquisa em educação e apresenta seus princípios fundamentais à investigação da constituição dos fenômenos humanos.
Palavra-chave humanization process
cultural-historical theory
education
appropriation
humanização
teoria histórico-cultural
educação
apropriação
Idioma Português
Data de publicação 2011-12-01
Publicado em Psicologia & Sociedade. Associação Brasileira de Psicologia Social, v. 23, n. 3, p. 477-485, 2011.
ISSN 0102-7182 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Psicologia Social
Extensão 477-485
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822011000300005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-71822011000300005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6751

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-71822011000300005.pdf
Tamanho: 279.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta