Revascularização miocárdica com circulação extracorpórea: aspectos bioquímicos, hormonais e celulares

Revascularização miocárdica com circulação extracorpórea: aspectos bioquímicos, hormonais e celulares

Título alternativo On-pump coronary artery bypass graft surgery: biochemical, hormonal and cellular features
Autor Gabriel, Edmo Atique Autor UNIFESP Google Scholar
Locali, Rafael Fagionato Google Scholar
Matsuoka, Priscila Katsumi Google Scholar
Cherbo, Tiago Autor UNIFESP Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: The authors sought to assess biochemical, hormonal and cellular repercussions from use of cardiopulmonary bypass (CPB) in coronary artery bypass graft (CABG) surgery. METHODS: Eighteen patients underwent on-pump CABG surgery. Mean time of CPB was 80.3 minutes. Hormonal, biochemical and cellular measurements were taken in some time points - preoperatively, immediately after coming off CPB, 24 and 48 hours postoperatively. Friedman and Wilcoxon tests were applied based on significance level of 5%. RESULTS: There was activation and significant elevation of total leukocytes and neutrophils count over CPB, remaining this way up to 48 hours postoperatively. Total platelets count, in turn, was marked by relevant reduction immediately after coming off CPB as well as in two postoperative time points. Serum levels of total proteins and albumin, immediately after coming off CPB and also in two postoperative time points, were significantly decreased comparing with preoperative status. There was remarkable reduction of total T3, free T3 and total T4 particularly up to first 24 hours postoperatively. CONCLUSION: In on-pump CABG surgery, inflammatory effects encompass activation of total leukocytes, neutrophils and platelets, reduction of serum level of total proteins and albumin and decreased thyroid hormones levels, especially within first postoperative 24 hours.

OBJETIVO: Avaliar repercussões bioquímicas, hormonais e celulares decorrentes do emprego de circulação extracorpórea (CEC) em cirurgia de revascularização miocárdica. MÉTODOS: Dezoito pacientes foram submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica com emprego de CEC. A duração média da CEC foi de 80,3 minutos. Dosagens hormonais, bioquímicas e celulares foram realizadas nos seguintes tempos: pré-operatório, logo após a saída de CEC, 24 horas e 48 horas de pós-operatório. Os testes de Friedman e Wilcoxon foram aplicados, considerando-se o nível de significância 5%. RESULTADOS: Houve ativação e elevação significante do número de leucócitos totais e neutrófilos durante o período de CEC, de tal forma que esta condição foi detectada logo após a saída de CEC, mantendo-se assim até 48 horas de pós-operatório. O número total de plaquetas, por sua vez, caracterizou-se por decréscimo relevante logo após a saída de CEC, como também nos dois momentos pós-operatórios de observação. A concentração sérica de proteínas totais e albumina, logo após a saída de CEC e nos dois momentos pós-operatórios de observação, foi significativamente menor em relação aos níveis encontrados no período pré-operatório. Houve decréscimo acentuado dos níveis séricos de T3 total e T3 livre, sobretudo até as primeiras 24 horas de pós-operatório. De forma análoga, notou-se padrão semelhante quanto aos níveis séricos de T4 total. CONCLUSÃO: Em cirurgias de revascularização miocárdica, os efeitos inflamatórios da CEC compreendem ativação de leucócitos, neutrófilos e plaquetas, redução na concentração sérica de proteínas totais e albumina e decréscimo dos níveis séricos de hormônios tireoidianos, sobretudo, nas primeiras 24 horas de pós-operatório.
Palavra-chave Extracorporeal circulation
Myocardial revascularization
Coronary disease
Circulação extracorpórea
Revascularização miocárdica
Doença das coronárias
Idioma Português
Data de publicação 2011-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, v. 26, n. 4, p. 525-531, 2011.
ISSN 0102-7638 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Extensão 525-531
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/1678-9741.20110041
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000302027200006
SciELO S0102-76382011000400006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6724

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-76382011000400006.pdf
Tamanho: 1.773MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta