Efeito do uso de meia elástica sobre os níveis dos biomarcadores de lesão muscular em atletas de voleibol após atividade física

Efeito do uso de meia elástica sobre os níveis dos biomarcadores de lesão muscular em atletas de voleibol após atividade física

Título alternativo Effect of elastic stockings on biomarkers levels of muscle soreness in volleyball players after exercise
Autor Figueiredo, Marcondes Autor UNIFESP Google Scholar
Figueiredo, Matheus Fidélis Google Scholar
Penha-silva, Nilson Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Medicina
UFU Instituto de Genética e Bioquímica
Resumo OBJECTIVE:To assess plasma levels of muscle soreness biomarkers, namely creatine kinase, lactate dehydrogenase, and myoglobin, in professional volleyball players following anaerobic exercise with and without the use of elastic stockings. METHODS: Ten female volleyball players aged 18 to 25 years-old were assessed with and without below-knee 20 to 30 mmHg compression stockings (Sport Active®, Venosan, Abreu e Lima, Brazil). Biomarker levels were assessed at three different moments: M0, early in the morning, with the athletes at rest, not using elastic stockings; M1, early in the morning, following a bout of exercise using elastic stockings; M2, seven days later, following the same bout of exercise, however not using elastic stockings. The Borg scale was used after each series of exercise to evaluate the physical effort. RESULTS: The means values obtained for creatine kinase and lactate dehydrogenase were, respectively, 117.7±40.2 and 134.2±11.3 U/L at M0; 138.2±47.2 and 157.9±10.1 U/L at M1; and 161.3±59.9 and 177.2±18.8 U/L at M2. The mean values obtained for myoglobin were 31.5±6.5; 34.9±5.6 and 38.6±12.6 µg/L at the moments M0, M1 and M2, respectively. Statistically significant differences were observed between M1 and M2 (Tukey) for creatine kinase (p=0.0007) and lactate dehydrogenase (p=0.000), but not for myoglobin (p=0.1135). Borg scale scores obtained at M1 and M2 were, respectively, 17.8 and 18.2, without statistically significant differences between them (Wilcoxon). CONCLUSION: The use of elastic stockings was associated with lower plasma levels of biomarkers of muscle injury after exercise.

OBJETIVO: Avaliar os níveis plasmáticos dos biomarcadores de lesão muscular, a saber, creatina quinase, lactato desidrogenase e mioglobina, em atletas profissionais de voleibol após exercícios musculares anaeróbicos, com e sem uso de meia elástica. MÉTODOS: Foram avaliadas dez jogadoras profissionais de voleibol, com idades entre 18 e 25 anos, utilizando ou não meia elástica (Sport Active®, Venosan, Abreu e Lima, Brasil), com compressão de 20 a 30 mmHg abaixo do joelho. As dosagens foram feitas em três momentos: M0, início da manhã, com as atletas em repouso sem uso de meia elástica; M1, início da manhã, após a realização de atividade física com uso de meia elástica; M2, sete dias depois, após a realização dos mesmos exercícios, porém sem uso de meia elástica. Aplicou-se a escala de Borg após cada série de atividade física para avaliação do esforço. RESULTADOS: Os valores médios obtidos para creatina quinase e lactato desidrogenase foram, respectivamente, de 117,7±40,2 e 134,2±11,3 U/L, em M0; 138,2±47,2 e 157,9±10,1 U/L, em M1; e 161,3±59,9 e 177,2±18,8 U/L, em M2. Os valores médios obtidos para mioglobina foram de 31,5±6,5; 34,9±5,6 e 38,6±12,6 µg/L nos momentos M0, M1 e M2, respectivamente. Houve diferenças estatisticamente significativas (Tukey) entre M1 e M2 para os valores de creatina quinase (p=0,0007) e lactato desidrogenase (p=0,000), mas não para os valores de mioglobina (p=0,1135). Os escores da escala de Borg em M1 e M2 foram, respectivamente, de 17,8 e 18,2, sem diferença estatisticamente significante entre eles (Wilcoxon). CONCLUSÃO: O uso da meia elástica foi associado a menores níveis plasmáticos dos biomarcadores de lesão muscular após exercício físico.
Palavra-chave elastic stockings
athletic performance
motor activity
meias de compressão
desempenho atlético
atividade física
Idioma Português
Data de publicação 2011-12-01
Publicado em Jornal Vascular Brasileiro. Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), v. 10, n. 4, p. 289-292, 2011.
ISSN 1677-5449 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Extensão 289-292
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492011000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1677-54492011000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6722

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1677-54492011000400005.pdf
Tamanho: 327.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta